Peruanos vão às urnas em eleições presidenciais

Filha de ex-presidente preso por lavagem de dinheiro deverá sair em vantagem no primeiro turno das eleições presidenciais no país andino. Seu partido tem grandes chances de conquistar a maioria no Parlamento.

Pouco mais de 22,9 milhões de eleitores estão aptos a votar nas eleições deste domingo (10/04) no Peru, no pleito que irá eleger o próximo presidente, 130 novos congressistas e 15 representantes do país no Parlamento Andino.

Segundo as pesquisas de opinião, a candidata direitista Keiko Fujimori deverá vencer o primeiro turno com entre 38% e 43% dos votos válidos.

No segundo turno, marcado para o dia 5 de junho, a filha do ex-presidente Alberto Fujimori - atualmente preso por práticas de lavagem de dinheiro e crimes contra a humanidade - deverá enfrentar o economista de direita Pedro Pablo Kuczynski ou a esquerdista Verónika Mendoza. Ambos estão empatados tecnicamente nas pesquisas, com 17% e 21%, respectivamente.

Outros candidatos, como os ex-presidentes Alan Garcia e Alejandro Toledo, não teriam chances no pleito, segundo os levantamentos.

Os 130 congressistas serão eleitos em 26 distritos eleitorais. As pesquisas indicam que o partido de Fujimori, Fuerza Popular, deverá obter ampla vantagem sobre os demais, com grandes chances de conquistar a maioria parlamentar absoluta.

Os primeiros resultados oficiais das eleições no Peru deverão ser divulgados na noite deste domingo.

RC/dpa/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos