Bonequinho Playmobil de Lutero bate recorde de venda

Klaus Krämer (ca)

Nos 500 anos da Reforma, brinquedo representando o reformador vende 400 mil unidades em apenas dois meses. Sucesso é impulsionado por grupo no Facebook.

É difícil de acreditar: quando o bonequinho Playmobil de Martinho Lutero foi lançado oficialmente, em fevereiro de 2015, foram necessárias somente 72 horas para a primeira edição de 34 mil exemplares se esgotar.

O boneco de plástico de 7,5 centímetros se tornou o maior sucesso de vendas de um personagem individual do fabricante de brinquedos da região alemã da Francônia. Já foram vendidas 400 mil unidades. Um sucesso que surpreende até mesmo os especialistas do setor e que se estendeu até as redes sociais.

As razões para esse sucesso são desconhecidas, mas é fato que a reforma religiosa protagonizada por Lutero em 1517 e o posterior surgimento da fé luterana foram eventos históricos. A Reforma Protestante levou à revisão de várias normas religiosas, sociais e políticas e abriu as portas para uma nova era.

Desde 2008, a Igreja Evangélica Alemã (EKD) investe em publicidade e, em 2017, os 500 anos da Reforma Protestante serão motivo para grandes celebrações. Tudo isso pode ter contribuído para que Lutero se torne cada vez mais popular - também como boneco.

Popularidade via Facebook

O sucesso do bonequinho Playmobil de Lutero talvez se deva também ao grupo do Facebook "Unterwegs mit Luther" ("A caminho com Lutero", em tradução livre), uma iniciativa do pastor luterano Andreas Sommer, de Mannheim.

Segundo Sommer, inicialmente foi o Lutero original quem o entusiasmou. Mas, desde o ano passado, o bonequinho do reformador também o conquistou - para ele, uma figura popular ideal para representar a "diversificada vida luterana na Alemanha e no mundo".

O pastor posicionou seu boneco do reformador diante de cenários interessantes, fotografando-o e divulgando o resultado em sua conta do Facebook. Ele pediu para conhecidos fazerem o mesmo, e o resultado foi um grupo no Facebook. "Então tudo evoluiu rapidamente", afirma.

No início, o grupo do Facebook "Unterwegs mit Luther" mostrou o bonequinho nos locais onde o reformador atuou, mas logo foram postadas fotos dele em toda a Alemanha: Lutero em frente ao Portão de Brandemburgo, no topo da Catedral de Ulm, diante de um pôr de sol num lago ou na mesa do café da manhã, entre pãezinhos e geleia.

E, já há algum tempo, há também imagens de outras partes do globo: Lutero no Polo Norte, na Espanha, na fortaleza de Massada e no interior da África.

Ideia de órgão de turismo

No entanto, a aparência do minirreformador não tem muito que ver com o conhecido retrato de Lutero, mas com os típicos rostos arredondados da Playmobil. "Trata-se apenas de um símbolo", diz Sommer. "Ele representa Martinho Lutero, que me acompanha em meu caminho como cristão." Para o pastor, a figura de Lutero é como uma placa de aviso: "Eu sou cristão".

Apesar do recorde de vendas, a figura não pertence ao sortimento oficial da Playmobil: o Lutero de 7,5 centímetros é uma edição especial. A ideia é da Central de Congressos e Turismo de Nurembergue. Em 2012, o órgão já havia encomendado um Playmobil do pintor e gravador alemão Albrecht Dürer.

Só que, no caso de Lutero, que foi feito com o aval de representantes da Igreja, o sucesso tem sido muito maior. A Central Alemã de Turismo, que desde 2008 é responsável pela comercialização turística da década da Reforma Protestante, decidiu até mesmo empregar o bonequinho Playmobil de Lutero como embaixador mundial do Ano da Reforma, em 2017.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos