Mundo presta homenagem a Prince

Morte do ícone do pop provoca sucessão de reverências de colegas músicos, celebridades, de Barack Obama e até da Nasa. Tabloide diz que artista havia sido tratado por overdose na semana anterior.

A morte do cantor americano Prince, nesta quinta-feira (21/04), provocou uma sucessão de homenagens de colegas músicos, fãs, celebridades, do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e até da agência espacial americana, a Nasa.

O ícone do pop, de 57 anos, foi encontrado morto em sua casa em Paisley Park, nos arredores de Minneapolis, onde vivia e trabalhava. Detalhes oficiais sobre a causa da morte ainda não foram liberados, mas o site de celebridades TMZ publicou que o artista havia sido tratado por overdose de medicamentos há poucos dias.

"O mundo perdeu um ícone criativo. Poucos artistas influenciaram o som e a trajetória da música pop mais nitidamente, ou tenham sensibilizado tantas pessoas com seu talento", escreveu Obama, em sua página no Facebook.

"E Prince fez de tudo. Funk, R&B, rock&roll. Ele era um instrumentista virtuoso, um bandleader brilhante, e um artista eletrizante", escreveu o presidente americano, acrescentando que ele e sua esposa Michelle se juntam ao luto dos milhões de fãs ao redor do mundo.

O vocalista dos Rolling Stones, Mick Jagger, esteve entre os muitos artistas que homenagearam e elogiaram a carreira artística de Prince. "O talento de Prince era ilimitado", disse Jagger. "Ele é um dos artistas mais originais e talentosos dos últimos 30 anos."

A cantora Madonna, que gravou músicas com Prince e com quem teve um breve caso amoroso na década de 1980, afirmou que ficou "devastada" com a notícia da morte. "Ele mudou o mundo! Um verdadeiro visionário. Que perda", escreveu a popstar em sua conta no Instagram.

O cineasta americano Spike Lee reuniu uma multidão de cerca de mil pessoas, no Brooklyn, em Nova York, para uma festa de rua improvisada em homenagem ao Prince. Ele também twittou: "Sinto falta do meu 'irmão'. Prince era um cara engraçado. Ótimo senso de humor".

"Complicado e diligente"

Uma das homenagens mais íntimas veio de Albert Magnoli, o cineasta que trabalhou com Prince no videoclipe do sucesso Purple Rain. "Nós compartilhamos grandes momentos juntos durante e após a realização de Purple Rain. Sei que seus fãs estão arrasados", disse Magnoli. "Sei que sua música significa muito para tantas pessoas. Ele era um homem bom, complicado e diligente. E, como homens de seu calibre, ele sempre exigiu o melhor de si e de outros."

Fãs publicaram nas diversas plataformas de mídia social mensagens de incredulidade com a morte súbita do cantor de 57 anos. E, num aceno à cor que marcou a vida de Prince, a agência espacial americana, a Nasa, twittou uma imagem de uma nebulosa roxa.

Especulação sobre causa da morte

A polícia local divulgou uma transcrição de uma chamada ao número de emergência 911 de um homem não identificado na propriedade onde Prince foi encontrado. O autor da chamada foi perguntado se ele estava com o paciente. "Sim, é Prince", respondeu o homem. Posteriormente, ouve-se uma voz feminina dando detalhes do endereço.

O músico foi encontrado inconsciente num elevador. Foram feitas tentativas de ressuscitá-lo, mas sem sucesso. Prince foi declarado morto às 10h07 (horário local). Uma investigação foi aberta para identificar as circunstâncias da morte.

O site de celebridades TMZ, que deu a notícia da morte de Prince, publicou que o artista tinha sido tratado de uma overdose de medicamentos na semana passada. Segundo a publicação, Prince teria sido levado a um hospital depois que seu avião particular fez um pouso não programado em Moline, no estado de Illinois, na sexta-feira.

Prince estava voltando de um show em Atlanta e estaria sofrendo de sintomas gripais. "Várias fontes em Moline nos disseram que Prince foi levado a um hospital e os médicos lhe deram um 'save shot' - injeção normalmente administrada para neutralizar os efeitos de um opiáceo [substácia derivada do ópio]", escreveu o TMZ.

Considerado um dos cantores, compositores e multi-instrumentistas mais inovadores de seu tempo, Prince ganhou fama no fim dos anos 1970. Ao longo das décadas seguintes, estourou canções como Purple Rain, Kiss, Little Red Covette e Raspberry Beret, que combinam jazz, funk e disco.

Nascido em Minneapolis, ele ganhou vários prêmios Grammy durante a carreira e, em 2004, entrou para o Rock and Roll Hall of Fame.

PV/ap/dw/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos