Espanha: primeiro caso de microcefalia associado ao zika

Feto em mulherque contraiu o vírus em viagem para a América Latina é diagnisticado com malformações cerebrais. País já registrou 105 casos de contaminação, 13 em mulheres grávidas.

Autoridades de saúde da Espanha informaram nesta quinta-feira (05/05) que o país registrou o primeiro caso de microcefalia num feto associada à contaminação pelo vírus zika.

"Uma mulher foi infectada por zika, e dengue e o feto mostra sinais de ter desenvolvido diversas malformações", disseram as autoridades de saúde da Catalunha em comunicado.

O país já havia registrado 13 mulheres grávidas que contraíram o vírus em viagens para o exterior, mas ainda não havia diagnósticos de fetos com malformação do cérebro. Este é o segundo caso na Europa, após outro ocorrido na Eslovênia.

O surto de contaminação pelo vírus zika iniciado no Brasil e em outros países da América Latina foi associado a milhares de casos de microcefalia e levou a Organização Mundial de Saúde (OMS) a declarar emergência internacional.

Apesar de dezenas de pessoas na Espanha e na Europa terem contraído o zika, normalmente após viajarem para países onde ocorrem surtos da doença, havia poucos registros de bebês com sintomas de microcefalia no continente europeu.

A Espanha registrou 105 casos de zika em pessoas que viajaram para o exterior. Alguns países, como a França, relataram casos de transmissão sexual da doença.

RC/rtr/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos