Jornalista escapa de atentado durante julgamento na Turquia

Atirador abre fogo do lado de fora de tribunal contra Can Dundar, que escapa ileso. Ele é acusado de tentar derrubar governo Erdogan com reportagem, em caso amplamente condenado como violação de liberdade de imprensa.

O jornalista turco Can Dundar escapou nesta sexta-feira (06/05) de um atentado a tiros do lado de fora do tribunal onde é julgado, na cidade de Istambul. Ele saiu ileso do ataque, e o autor dos disparos, que gritou "você é um traidor" ao dar os tiros, foi detido pela polícia sem resistência.

Can Dundar, editor-chefe do jornal Cumhuriyet, e Erdem Gul, de 49 anos, chefe da redação do diário na capital Ancara, estão sendo acusados de tentar derrubar o governo com a publicação, em maio passado, de um vídeo que supostamente mostra a agência de inteligência do país ajudando a enviar armas por caminhão para a Síria em 2014.

O presidente Recep Tayyip Erdogan, que acusou a cobertura do jornal de ser parte de uma tentativa de minar a posição da Turquia no cenário internacional, prometeu que Dundar vai "pagar caro". Os dois jornalistas podem ser condenados à prisão perpétua se forem considerados culpados.

A detenção dos dois jornalistas, em novembro do ano passado, foi condenada em todo o mundo e desencadeou debate sobre a liberdade de imprensa na Turquia.

RPr/afp/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos