Vírus zika em Cabo Verde é o mesmo que circula no Brasil

OMS confirma que vírus encontrado no arquipélago africano é da cepa responsável pelo surto na América Latina. É a primeira confirmação de que essa variante chegou à África.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou nesta sexta-feira (20/05) que o vírus zika detectado em Cabo Verde, na costa oeste da África, é do mesmo tipo que causou o surto no Brasil. É a primeira confirmação da presença dessa cepa do vírus na África.

Até agora não se sabia se a cepa detectada em Cabo Verde era a mesma que já circula há décadas na África ou se era uma importada da América Latina, onde circula a cepa conhecida como "asiática". O Instituto Pasteur de Dacar sequenciou o vírus e confirmou que a cepa do arquipélago cabo-verdiano é a mesma que circula no Brasil.

"A descoberta é preocupante porque evidencia que o surto está se espalhando para além da América do Sul, chegando à porta de entrada da África", afirmou a diretora da OMS para o continente africano, Matshidiso Moeti.

"Essa informação ajudará as nações africanas a reavaliar os níveis de risco, além de adaptar e elevar os seus níveis de prontidão", afirmou Moeti. Ela, porém, descartou recomendar restrições de viagem ao continente.

Em Cabo Verde já há mais de 7,5 mil casos de suspeita de contaminação pelo vírus zika. Até o momento, três bebês nasceram com microcefalia.

RC/rtr/ap/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos