Duplo atentado deixa mais de 40 mortos no Iêmen

Explosões em Áden, segunda maior cidade do país, tiveram como alvo recrutas do Exército. "Estado Islâmico" assumiu autoria dos ataques.

Duas explosões em Áden, segunda maior cidade do Iêmen, deixaram mais de 40 mortos nesta segunda-feira (23/05), a maioria recrutas do Exército do país, segundo uma fonte oficial militar. Pelo menos outras 30 pessoas ficaram feridas.

Primeiro, um homem-bomba detonou um cinto de explosivos entre jovens que faziam fila para se alistar no centro de recrutamento da base militar de Badr, matando cerca de 30 pessoas. Uma segunda explosão, minutos depois, dentro da base militar, causou mais mortos e feridos.

Ao todo, foram pelo menos 41 mortes, segundo informações de funcionários de hospitais locais, e o número ainda pode aumentar, segundo as autoridades, pois muitas pessoas ficaram gravemente feridas.

O grupo jihadista "Estado Islâmico" assumiu a responsabilidade pelos atentados, através de um comunicado publicado na internet

Áden, no sul do Iêmen, se tornou "capital" temporária do presidente Abd Rabbo Mansur Hadi após seu retorno do exílio na Arábia Saudita. Ele comanda da cidade a luta contra as forças rebeldes xiitas que controlam a capital, Sanaa.

Há apenas uma semana, cerca de 40 pessoas morreram em um atentado duplo na cidade portuária de Mukalla, cuja autoria também foi assumida pelo EI. Nele, o alvo também foram recrutas e membros das forças de segurança.

MD/dpa/afp/efe/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos