Polícia faz buscas no escritório da Google em Paris

Gigante da internet é alvo de investigação sobre fraude fiscal e lavagem de dinheiro. Autoridades francesas suspeitam que empresa deixou de pagar 1,6 bilhão de euros em impostos.

A polícia francesa realizou nesta terça-feira (24/05) uma operação de busca nos escritórios da gigante da internet Google em Paris. A ação faz parte de uma investigação sobre fraude fiscal e lavagem de dinheiro.

"A investigação visa descobrir se a Google Ireland Ltd. tem uma base permanentemente na França e se, ao não declarar algumas de suas atividades em solo francês, falhou com suas obrigações fiscais, particularmente em relação aos impostos corporativos e sobre valor agregado", afirmou a promotoria fiscal francesa, em comunicado.

De acordo com procuradores, a operação reuniu 25 especialistas em tecnologia de informação, além da unidade anticorrupção da polícia francesa. "Essas buscas são resultados de uma investigação preliminar aberta em 16 de junho de 2015 sobre fraude fiscal grave e lavagem de dinheiro organizada, após uma denúncia de autoridades fiscais", acrescentou a promotoria. A denúncia foi apresentada pela autoridade fiscal do país.

A Google, cuja sede na União Europeia (UE) fica em Dublin, onde as taxas fiscais estão entre as menores da Europa, recusou-se a comentar a operação em Paris e, em comunicado, afirmou apenas que cumpre as leis francesas e está cooperando com as autoridades.

A busca no escritório em Paris começou às 5h (horário local) e se estendeu pela tarde. De acordo com uma fonte do Ministério das Finanças, o país estima que a Google deixou de pagar cerca de 1,6 bilhão de euros em impostos, usando manobras para reduzir o pagamento de taxas.

Menos impostos

A Google e outras empresas de tecnologia americanas costumam basear suas filiais europeias na Irlanda ou em paraísos fiscais, como Luxemburgo. Essa manobra permite que elas façam negócios em toda a Europa, mas paguem menos impostos por terem sedes em países onde as taxas são menores.

Reguladores europeus têm pressionado as empresas para obrigá-las a pagar impostos nas jurisdições onde fazem negócios. A gigante da internet é uma das empresas visadas pelas autoridades.

Recentemente, a Google concordou em pagar cerca de 140 milhões de euros em impostos atrasados ao governo britânico. Em dezembro, foi a vez de a Apple fazer um acordo de 318 milhões de euros com a Itália por fraude fiscal.

CN/rtr/ap/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos