França abre Eurocopa com vitória apertada

Philip Verminnen

Golaço de Dimitri Payet, nos minutos finais da partida, garante os primeiros três pontos aos anfitriões. Completam o placar Olivier Giroud e o romeno Bogdan Stancu, de pênalti. Estrela Paul Pogba tem atuação discreta.

Dimitri Payet, nascido em Reunião, um departamento ultramarino francês no Oceano Índico, ao leste de Madagascar, Payet fez sua estreia pela seleção francesa num grande torneio e foi o nome do jogo. Uma assistência e um golaço do meia, nos minutos finais da partida, deram a vitória, por 2 a 1, dos anfitriões sobre a Romênia. Completaram o marcador Olivier Giroud e o meia romeno Bogdan Stancu, de pênalti.

Depois da breve festa de abertura da Eurocopa 2016, comandada pelo DJ francês David Guetta, o lotado Stade de France presenciou a estreia da Équipe Tricolore no torneio. Anunciado como o confronto da melhor defesa da fase qualificatória - a Romênia sofreu somente dois gols - contra um dos ataques mais letais do futebol atual, o jogo começou relativamente aberto e com os romenos comandando as ações em campo.

Romênia assusta, Griezmann acerta a trave

Logo aos três minutos, o goleiro francês Hugo Lloris efetuou um verdadeiro milagre ao impedir com os pés a conclusão à queima-roupa de Bogdan Stancu. No escanteio seguinte, a cabeçada de Nicolae Stanciu passa raspando o travessão.

Passado o susto inicial, a França conseguiu nos pés de Dimitri Payet construir algumas chances de perigo. Aos dez minutos, Olivier Giroud concluiu o cruzamento de Payet a esquerda da meta romena. Três minutos depois, Antoine Griezmann acertou a trave do goleiro Ciprian Tatarusanu, após atrapalhada no miolo defensivo romeno.

Se por um lado Payet e o volante N'Golo Kanté impressionavam pela forte presença e boa participação no meio-campo francês, o astro da companhia, Paul Pogba, esteve sumido em campo. Preso em funções defensivas pelo lado direito, Pogba pouco produziu ofensivamente: uma finalização sem muita precisão, aos 28 minutos, lembrou seus avanços pela Juventus, da Itália.

Aos 36 minutos, nova grande chance para Griezmann, que desperdiçou bela jogada de Payet pela direita. Payet estava literalmente por todos os lados do campo - muito boa apresentação do meia do West Ham, da Inglaterra.

Nos acréscimos do primeiro tempo, Giroud subiu livre no meio da grande área, mas cabeceou por cima a cobrança de escanteio de Payet. Após uma leve pressão inicial, um disciplinado esquema tático 4-5-1 da Romênia manteve o zero no placar nos primeiro 45 minutos. Nada incomum: cinco dos últimos seis confrontos entre franceses e romenos terminou 0 a 0 no intervalo.

Payet, o salvador da pátria

Segundo tempo começou igual ao primeiro, com a Romênia tendo as melhores chances. Aos três minutos, Stancu novamente quase abriu o marcador. Lloris ficou imóvel e viu a finalização sair rente à trave esquerda.

A França acordou aos dez minutos. Pogba aproveitou bola mal afastada pela defesa romena e arriscou da entrada da grande área para grande defesa de Tatarusanu. Na sequência, Payet levantou na área, Giroud subiu mais que o goleiro romeno e desviou para as redes. Tatarusanu chegou a reclamar falta. Em sua 50ª partida pelos Les Bleus, Giroud anotou o 50º gol francês em Eurocopas.

A vantagem francesa sumiu nove minutos depois, quando Patrice Evra derrubou Stanciu. Stancu bateu com categoria, deslocando Lloris. Curiosidade: em toda a história da Eurocopa foram assinaladas quatro penalidades máximas em partidas de abertura - todas contra o anfitrião do torneio.

Daí em diante, a Romênia armou uma muralha instransponível e quase levou o empate até o fim da partida. Exceto uma finalização fraca de Anthony Martial, os franceses pouco incomodaram a meta de Tatarusanu. Até que, aos 43 minutos, Payet, o homem do jogo, acertou um petardo no ângulo de Tatarusanu. Golaço. E com choro do autor do gol. Choro de alívio, pois a França estreou, no sufoco, com uma vitória por 2 a 1.

Ficha técnica

França 2 x 1 Romênia

Local: Stade de France, Saint-Denis, Paris

Arbitragem: Viktor Kassai (Hungria) auxiliado por seus compatriotas György Ring e Vencel Tóth.

Gols: Olivier Giroud (12'/2T), Bogdan Stancu (pen. 19'/2T) e Dimitri Payet (43'/2T)

Cartões amarelos: Vlad Chiriches (31'/1T), Razvan Rat (44'/1T), Olivier Giroud (24'/2T), Adrian Popa (32'/2T)

França: Hugo Lloris; Bacary Sagna, Adil Rami, Laurent Koscielny e Patrice Evra; N'Golo Kanté, Blaise Matuidi e Paul Pogba (Anthony Martial 31'/2T); Antoine Griezmann (Kingsley Coman 20'/2T), Dimitri Payet (Moussa Sissoko 46'/2T) e Olivier Giroud. Técnico: Didier Deschamps.

Romênia: Ciprian Tatarusanu; Christian Sapunaru, Vlad Chiriches, Dragos Grigore e Razvan Rat; Ovidiu Hoban, Mihai Pintilii e Nicolae Stanciu (Alexandru Chipciu 26'/2T); Adrian Popa (Gabriel Torje 36'/2T), Bogdan Stancu e Florin Andone (Denis Alibec 16'/2T). Técnico: Anghel Iordanescu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos