Global Media Forum discute papel da mídia em tempos de crise

Matthias von Hein (ca)

Organizada pela Deutsche Welle, conferência internacional tematiza a importância dos meios de comunicação em meio a conflitos mundiais, censura crescente e desconfiança perante as mídias.

Por volta de 2.300 convidados estão sendo esperados pela Deutsche Welle para o Global Media Forum, conferência de mídia que se realiza de 13 a 15 de junho de 2016 em Bonn. Nesta edição, o encontro tem como lema "Mídia. Liberdade. Valores".

Profissionais da mídia, cientistas, políticos, artistas, ativistas e visionários de cerca de 100 países podem optar entre mais de 40 eventos. Da lista de convidados constam o vice-presidente do Parlamento Europeu, Alexander Lambsdorff; a vice-presidente do Bundestag (câmara baixa do Parlamento alemão), Claudia Roth; a ministra alemã do Trabalho, Andrea Nahles, e o diretor da Conferência de Segurança de Munique, Wolfgang Ischinger.

Também confirmaram presença a ugandense Kasha Jaqueline Nabagesera, ganhadora do Prêmio Nobel Alternativo, o artista de rua egípcio Abo Bakr e o pianista sírio-palestino Aeham Ahmad. O discurso de encerramento será proferido pela política costa-riquenha e chefe da Convenção do Clima da ONU até maio deste ano, Christiana Figueres.

"Lugar de mentes"

Peter Limbourg, diretor-geral da DW, resume o objetivo do encontro: "O Global Media Forum disponibiliza oficinas, conversas inspiradoras e formatos interativos orientados à solução de problemas. Discutiremos sobre a importância de estratégias digitais para o futuro de empresas internacionais de mídia, sobre os direitos humanos e as crescentes restrições da liberdade de imprensa, arte e cultura, sobre governança e ajuda ao desenvolvimento. Sem nunca perder de vista o papel das mídias e o desenvolvimento do jornalismo."

Neste Global Media Forum, a Deutsche Welle não vai se apresentar somente como organizadora, mas também como empresa de mídia. À margem da conferência, os participantes poderão assistir ao vivo à produção de diferentes formatos de talk show. Entre eles, o programa para o mundo árabe Shababtalk ou o novo formato de entrevistas sobre direitos humanos com a jornalista cubana Yoani Sánchez.

Para o diretor do Global Media Forum, Patrick Leusch, uma coisa é particularmente importante: em alusão ao slogan da DW made for minds (feito para mentes), ele quer transformar o Global Media Forum num place for minds(lugar para mentes). "Quando se leva isso a sério, então se deve proporcionar um fórum a gente que queira trazer algo especial e modificar um pouco o mundo a partir de sua posição concreta: pode ser um blogueiro, pode ser alguém que mude algo em seu vilarejo ou comunidade, graças a seu trabalho numa ONG da sociedade civil.

Prêmio Liberdade de Expressão e The Bobs

Entre os eventos que Leusch disse não querer perder de forma alguma está a entrega do Prêmio Freedom of Speech (Liberdade de Expressão) a Sedat Ergin, editor-chefe do jornal turco Hürriyet: "Estou muito curioso sobre o que o próprio Sedat Ergin tem a dizer e, sobretudo, sobre o discurso de homenagem [a Ergin] por Kai Diekmann", explicou Leusch.

Kai Diekmann esteve à frente da redação do popular diário alemão Bild até fins de 2015, e continua a ser editor no Grupo Editorial Springer, proprietário do jornal de maior circulação na Alemanha. "Ele é alguém que não mede palavras. E o próprio Grupo Springer sofre ameaça de uma queixa pelo [presidente turco Recep Tayyip] Erdogan", lembrou o diretor do GMF.

Além do Freedom of Speech, no segundo dia da conferência serão entregues os prêmios aos vencedores das principais categorias do concurso The Bobs - O melhor do ativismo online, organizado pela Deutsche Welle.

Neste ano, os agraciados do renomado prêmio internacional são um projeto de jornalismo cidadão de Bangladesh, um aplicativo do Irã que alerta sobre a presença dos guardiões da moral, uma campanha contra ataques com ácido a mulheres na Índia e o trabalho do coletivo de artistas Zentrum für politische Schönheit (Centro de Beleza Política) na Alemanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos