Jacaré mata criança de 2 anos na Disney

Polícia dá como certa a morte do menino, que foi levado quando brincava na beira de lago em resort na Flórida. Pai chegou a lutar com animal na tentativa de salvar o filho.

A polícia afirmou nesta quarta-feira (15/06) que não restam dúvidas sobre a morte de um menino de dois anos que foi levado por um jacaré de um lago em um resort da Disney, na Flórida. As equipes de busca continuam procurando o corpo da criança.

"Já passaram 15 horas. Sabemos o que aconteceu e certamente não há chances de sobrevivência a partir deste ponto", afirmou o xerife do condado de Orange, Jerry Demings. "Não resta dúvida, eles vão perder uma criança de dois anos", acrescentou, se referindo à família do menino que mora em Nebraska e passava férias no local.

O incidente aconteceu às 21h30 (horário local) de terça-feira no Grand Floridian Resort & SPA da Disney. O menino brincava na beira da Lagoa dos Setes Mares quando foi levado pelo jacaré. A família presenciou o ataque.

O pai da criança correu para o lago e lutou com o jacaré para tentar libertar o filho. "O pai fez o seu melhor. Ele tentou resgatar o menino, no entanto, sem sucesso", disse o porta-voz da polícia Jeff Williamson. O homem ficou ferido após a luta com o animal. Ele sofreu cortes nos braços. A mãe também tentou socorrer o garoto.

De acordo com o xerife, o jacaré tinha entre 1,2 e 2 metros de comprimento. A guarda costeira ainda tentou, em vão, encontrar o menino. "O jacaré nadou para longe com a criança", disse Williamson. A Disney fechou suas praias para que as equipes de busca pudessem tentar localizar o menino.

Animais sacrificados

Autoridades ambientais capturaram e sacrificaram quatro jacarés no lago em busca de traços do menino. Segundo Nick Wiley, da Comissão de Conservação da Vida Selvagem na Flórida, aparentemente nenhum desses animais esteve envolvido no ataque.

A presença de jacarés não é comum no lago artificial Lagoa dos Setes Mares, disse Wiley, acrescentando que a comissão trabalha em parceira com o resort para remover os animais da região. O especialista afirmou ainda que embora essas espécies habitem as águas pantanosas da Flórida, ataques a humanos são raros.

A Disney disse que está devastada com a tragédia. "Nossos pensamentos estão com a família e estamos auxiliando-os", disse uma porta-voz da empresa de entretenimento.

CN/rtr/afp/lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos