Egito encontra caixa-preta do voo MS804

Aparelho localizado próximo à Alexandria está danificado, mas memória de voz foi recuperada. Airbus A230 da EgyptAir caiu em maio no mar Mediterrâneo com 66 pessoas a bordo.

O comitê egípcio que investiga a queda do voo MS804 da EgyptAir encontrou nesta quinta-feira (16/06) uma das caixas-pretas da aeronave, que caiu no Mar Mediterrâneo em maio.

O aparelho que contém mensagens de voz gravadas na cabine do avião estava danificado, mas foi possível recuperar a memória. A caixa-preta foi localizada próximo à cidade de Alexandria e será transferida de um navio de buscas para análise no Egito.

Nesta quarta-feira, autoridades egípcias afirmaram ter encontrado pedaços da cabine e da fuselagem do voo MS804 da EgyptAir. As peças foram resgatadas por um navio francês envolvido nas buscas, equipado com sonar e equipamentos capazes de detectar objetos a uma profundidade de até 1,83 quilômetro.

Os investigadores disseram também possuir imagens dos destroços localizados entre a ilha grega de Creta e a costa egípcia. O próximo passo é traçar um mapa indicando a localização das partes da fuselagem, para poder retirá-las do mar.

"As primeiras fotos dos destroços não permitem estabelecer nenhum cenário sobre o acidente", diz um comunicado da Airbus. "Somente as caixas-pretas poderão contribuir para um entendimento total da série de eventos que levaram a esse trágico acidente."

Prazo se esgotando

A segunda caixa-preta, com todas as informações sobre o voo, ainda está desaparecida. No domingo, investigadores egípcios alertaram que as baterias devem funcionar apenas por mais duas semanas. Depois elas param de emitir sinais.

O voo MS804 saiu de Paris em direção ao Cairo no dia 19 de maio e desapareceu cerca de 20 minutos antes do horário previsto para a aterrissagem, juntamente com 66 passageiros.

Segundo autoridades de aviação francesas, o avião enviou sinais automáticos de fumaça e de falha no computador de comando antes de sumir dos radares. Esses são possíveis indícios de que um defeito técnico provocou o incidente. O Ministério egípcio da Aviação Civil, porém, sustenta a tese de que se tratou de um ato de terrorismo.

KG/ap/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos