Polônia elimina a Suíça nos pênaltis

Philip Verminnen

Suíços dominam a partida, marcam golaço com Xherdan Shaqiri e desperdiçam inúmeras oportunidades. Após segurar empate em 1 a 1, poloneses convertem todos os pênaltis e garantem classificação inédita na Euro 2016.

A Polônia conquistou a inédita vaga para as quartas de final de uma Eurocopa após bater a Suíça nas penalidades. Na partida em que a Suíça mostrou um futebol mais vistoso, marcou um golaço com Xherdan Shaqiri e desperdiçou inúmeras chances, prevaleceram a segura apresentação do goleiro polonês Lukasz Fabianski e a frieza polonesa nas cobranças de penalidades.

A equipe que mais procurou o gol não saiu vencedora neste sábado (25/06), em Saint-Étienne. Nos 90 minutos, a partida terminou empatada em 1 a 1, com gols de Jakub Blaszczykowski, ainda no primeiro tempo, e de Shaqiri, na etapa final. Nas penalidades, a Polônia converteu todas as cobranças, enquanto Granit Xhaka desperdiçou para os suíços.

Enquanto a Suíça procurava chegar com trocas de passes e mostrou maior presença na área adversária, a Polônia sofreu novamente com a falta de pontaria de seus segundo atacante, Arkadiusz Milik. O centroavante do Ajax, da Holanda, voltou a deixar de capitalizar as jogadas construídas por Blaszczykowski e Kamil Grosicki.

Porém, um do vários momentos de pressão dos suíços custou caro. Aos 38 minutos, a Suíça quase abriu o marcador em cobrança de escanteio. Num bate-rebate na grande área, a bola foi tirada em cima da linha e finalmente caiu nas mãos de Fabianski. O goleiro lançou o contra-ataque com Grosicki, que cruzou na grande área. Milik abaixou a cabeça e a bola sobrou para Blaszczykowski, que finalizou entre as pernas do goleiro Yann Sommer.

Na segunda etapa, a Suíça dominou ainda mais as ações em campo. O lateral Ricardo Rodríguez cobrou falta magistral no ângulo, mas Fabianski espalmou para escanteio, aos 28 minutos. Cinco minutos depois, foi a vez de o travessão evitar o empate suíço, após finalização de Haris Seferovic.

Mas o melhor estava reservado para a reta final da partida. Após combinação entre Seferovic e Eren Derdiyok dentro da grande área, a bola sobrou alta para Xherdan Shaqiri, na entrada da área. O ex-jogador do Bayern de Munique acertou um espetacular voleio, sem chances para Fabianski. Golaço em Saint-Étienne.

Agora na Internazionale de Milão, Shaqiri não marcava um gol pela Suíça há mais de um ano. Última vez que balançou as redes pela Nati havia sido em 14 de junho, contra a Lituânia, pelas eliminatórias desta Eurocopa.

Na prorrogação, manteve-se o mesmo panorama do segundo tempo. A Polônia estava mais preocupada em não sofrer gols, e a Suíça tinha uma postura mais ofensiva. Aos 7 minutos do segundo tempo do tempo extra, Eren Derdiyok teve a classificação suíça em sua cabeça, após cruzamento de Shaqiri, mas o goleiro polonês fez outra brilhante defesa.

Ambas as seleções estavam pela primeira vez num mata-mata de Eurocopa e tiveram que decidir a inédita vaga nas quartas de final nas penalidades máximas. A Polônia mostrou mais frieza, converteu todas as cobranças, enquanto Granit Xhaka desperdiçou do lado suíço.

Ficha técnica

Suíça (4) 1 x 1 (5) Polônia

Local: Stade Geoffroy Guichard, Saint-Étienne

Arbitragem: Mark Clattenburg (Inglaterra), auxiliado por seus compatriotas Simon Beck e Jake Collin.

Gol: Jakub Blaszczykowski (38'/1T), Xherdan Shaqiri (36'/2T)

Pênaltis:

Suíça: Stephan Lichtsteiner (?), Granit Xhaka (x), Xherdan Shaqiri (?), Fabian Schär (?), Ricardo Rodríguez (?)

Polônia: Robert Lewandowski (?), Arkadiusz Milik (?), Kamil Glik (?), Jakub Blaszczykowski (?), Grzegorz Krychowiak (?)

Cartões amarelos: Fabian Schär (10'/2T), Artur Jedrzejczyk (13'/2T), Michal Pazdan (6'/2P), Johan Djourou (11'/2P)

Suíça: Yann Sommer; Stephan Lichtsteiner, Fabian Schär, Johan Djourou e Ricardo Rodríguez; Valon Behrami (Gelson Fernandes 32'/2T), Granit Xhaka, Blerim Dzemaili (Breel Embolo 13'/2T), Xherdan Shaqiri e Admir Mehmedi (Eren Derdiyok 25'/2T); Haris Seferovic. Técnico: Vladimir Petkovic.

Polônia: Lukas Fabianski; Lukasz Piszczek, Kamil Glik, Michal Pazdan e Artur Jedrzejczyk; Krzysztof Maczynski (Tomasz Jodlowiec 11'/1P), Grzegorz Krychowiak, Jakub Blaszczykowski e Kamil Grosicki (Slawomir Peszko 14'/1P); Arkadiusz Milik e Robert Lewandowski. Técnico: Adam Nawalka.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos