Portugal é o primeiro semifinalista da Eurocopa

Após empate na prorrogação e no tempo normal, portugueses vencem poloneses nos pênaltis e vão em busca de título inédito. Apagado na partida, Cristiano Ronaldo segue em busca de se tornar maior artilheiro do torneio.

A seleção portuguesa se garantiu nesta quinta-feira (30/06) como primeira semifinalista da Eurocopa, ao passar nos pênaltis pela Polônia após um empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação.

Finalista em 2004, Portugal repete assim o que já havia conseguido outras quatro vezes - a última delas em 2012, quando acabou eliminada para Espanha nos pênaltis - e continua em busca do título europeu inédito.

E isso sem mesmo vencer uma partida no tempo normal de 90 minutos, empatando os três duelos pela fase de grupos (com Islândia, Áustria e Hungria), o de oitavas de final (venceu a Croácia na prorrogação) e o desta quinta.

Apagado na partida desta noite em Marselha, Cristiano Ronaldo também segue em busca de uma marca: a de maior artilheiro da história do torneio. Até aqui, ele tem oito, um a menos que o francês Michel Platini.

Os gols da partida foram marcados pelo atacante Robert Lewandowski, logo a um minuto de jogo, e pelo meia Renato Sanches, em chute de fora da área aos 33 da mesma etapa. Nos pênaltis, desperdiçou Blaszczykowski para os poloneses, e todos os portugueses converteram.

Portugal espera agora o vencedor do confronto entre Bélgica e País de Gales, que se enfrentam nesta sexta-feira em Lille.

Tempo normal

O gol de Lewandowski, o seu primeiro no torneio, logo a um minuto de jogo, poderia sugerir uma partida movimentada. Mas bastou o atacante do Bayern de Munique pôr a bola no fundo das redes, completando de primeira cruzamento rasteiro da esquerda, para a Polônia se fechar.

A situação parecia perfeita para a Polônia, uma seleção que até esta edição jamais tinha vencido uma partida de Euro, mas que na França vem se mostrando muito firme, principalmente no setor defensivo. Antes da partida, haviam sido apenas dois gols sofridos - segurando até um 0 a 0 com os alemães, atuais campeões mundiais.

A retranca foi furada apenas aos 33 minutos, quando o jovem Renato Sanches, de 18 anos, recém-promovido ao time titular, empatou o jogo. Em tabela com Nani, que lhe devolveu de calcanhar, o meia contratado por 35 milhões pelo Bayern chutou forte de esquerda, da entrada da área, para marcar.

No segundo tempo, quem continuou a buscar o gol foi Portugal, que, quando não esbarrou na sólida defesa polonesa, parou num até então pouco inspirado Cristiano Ronaldo.

O atacante do Real Madrid perdeu duas boas chances de gol, a mais clara delas já aos 40 minutos, quando recebeu lançamento de João Moutinho na área, mas furou cara a cara com o goleiro Fabianski.

Prorrogação e pênaltis

O primeiro tempo da prorrogação começou como terminou o segundo do tempo normal: com uma furada de Cristiano Ronaldo. Desta vez, após cruzamento de Sanches da esquerda, numa tentativa de arremate de canhota.

Com os times cansados, sobrou mais espaço, e as chances apareceram. Aos 6, Quaresma recebeu na área, faz o corte para o meio e tentou o chute, mas acabou bloqueado. Aos 9, a Polônia trabalhou bem a bola no ataque, e Milik chutou forte, rente à trave direita do goleiro português.

Na segunda etapa, o único momento que fez a torcida realmente levantar da cadeira foi a invasão de campo por dois torcedores. Nem Cristiano Ronaldo nem Lewandowski chegaram perto de evitar que a disputa fosse para os pênaltis.

Na disputa de pênaltis, foi mostrada a pontaria que falta ao longo de boa parte do jogo. Todos converteram, até que Blaszczykowski, na quarta cobrança, parou em Rui Patrício. Quaresma pôs no fundo das redes o último pênalti e colocou Portugal nas semifinais.

Ficha técnica

Polônia 1(3) x 1(5) Portugal

Local: Estádio Vélodrome, Marselha.

Arbitragem: Felix Brych (Alemanha), auxiliado por seus compatriotas Mark Borsch e Stefan Lupp.

Gols: Robert Lewandowski (1'/1T), Renato Sanches (33'/1T)

Pênaltis:

Polônia: Robert Lewandowski (?), Arkadiusz Milik (?), Kamil Glik (?), Jakub Blaszczykowski (x)

Portugal: Cristiano Ronaldo (?), Renato Sanches (?), João Moutinho (?), Nani (?), Quaresma (?)

Cartões amarelos: Artur Jedrzejczyk, Kamil Glik, Bartosz Kapustka; William Carvalho, Adrien Silva.

Polônia: Lukas Fabianski; Lukasz Piszczek, Kamil Glik, Michal Pazdan e Artur Jedrzejczyk; Krzysztof Maczynski (Tomasz Jodlowiec 8'/1P), Grzegorz Krychowiak, Jakub Blaszczykowski e Kamil Grosicki (Bartosz Kapustka, 36'/2T); Arkadiusz Milik e Robert Lewandowski. Técnico: Adam Nawalka.

Portugal: Rui Patrício; Cédric, Pepe, José Fonte e Eliseu; Adrien Silva (João Moutinho 28'/2T) e William Carvalho (Danilo 5'/1P), João Mário (Quaresma 35'/2T) e Renato Sanches; Nani e Cristiano Ronaldo. Técnico: Fernando Santos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos