Pitadas: Cinco receitas alemãs com batata

Luisa Frey

Cultivado inicialmente pelos incas, tubérculo demorou a conquistar os europeus e alemães. Hoje, a Alemanha é conhecida como terra da batata. Confira alguns pratos com o ingrediente, de bolinho a salada sem maionese.

Os alemães gostam tanto de batata que o país é até chamado carinhosamente de "batatolândia". O tubérculo está presente na maioria dos pratos tradicionais e em grande parte das refeições consumidas no país. Mas nem sempre foi assim.

Acredita-se que a batata tenha começado a ser cultivada na América do Sul, pelos incas, há mais de um milênio. O desbravador espanhol Franciso Pizarro teria descoberto o ingrediente por volta de 1530. No entanto, o responsável por divulgar o tubérculo na Europa teria sido o navegador inglês Francis Drake.

Drake levou a batata da região de Cartagena à Inglaterra, onde a serviu num banquete à rainha Elizabeth 1ª, conta Maria Lucia Gomensoro no Pequeno Dicionário de Gastronomia. Mas o alimento não foi bem recebido na Europa logo de cara.

Até que, depois de alguns experimentos, a batata frita foi descoberta pelo agrônomo francês Antoine Parmentier. As pommes frites conquistaram o rei Luís 16º e logo se espalharam pela França.

Quando a batata chegou à Alemanha, o sucesso alcançado entre os vizinhos franceses não foi logo repetido. Em resposta à inicial resistência dos camponeses, o rei, Frederico, o Grande, ordenou no século 18 que o tubérculo fosse plantado por todos os agricultores da antiga Prússia . Assim, a batata começou a ganhar espaço no país, se tornando um importante alimento, sobretudo para as pessoas mais pobres.

Com o tempo, a batata foi conquistando cada vez mais fãs. Segundo o Centro Internacional da Batata, sediado em Lima, com mais de 4 mil variedades, o tubérculo é hoje a terceira cultura alimentar mais importante do mundo em termos de consumo, depois do arroz e do trigo.

Confira algumas das receitas de batata favoritas dos alemães:

Bratkartoffeln

Ingredientes

1 kg de batata; sal; 100 g de bacon; 1 cebola; 50 g de manteiga

Modo de preparo

Lavar as batatas e cozinhá-las com casca por cerca de 20 minutos em água salgada. Escorrer, deixar esfriar um pouco e descascar as batatas. Cortá-las em fatias com 3 a 4 mm de espessura.

Picar o bacon e a cebola em cubos. Aquecer a manteiga numa frigideira grande. Fritar as batatas até dourarem na parte de baixo. Baixar o fogo e sacudir a frigideira para virar as batatas. Evitar mexer para não quebrar as fatias. Quando todas as batatas estiverem douradas, acrescentar o bacon e a cebola. Fritar mais um pouco e temperar com sal a gosto.

Kartoffelpuffer (ou Reibekuchen)

Ingredientes

500 g de batatas cruas; 1 batata cozida; 1 cebola; 1 ovo; sal; 3 colheres (sopa) de manteiga

Modo de preparo

Descascar as batatas cruas, lavá-las e ralá-las em tiras finas. Descascar e ralar a batata cozida também. Picar a cebola em cubos pequenos. Misturar as batatas cruas e a cozida, a cebola e o ovo e salgar a gosto. Aquecer a manteiga numa frigideira antiaderente.

Colocar uma colher de sopa da mistura de batata na frigideira e espalhar como se fosse uma panqueca pequena. Se a frigideira for grande, fritar mais de um Kartoffelpuffer por vez, contanto que não encostem um no outro. Deixar dourar dos dois lados. Colocar sobre papel toalha para absorver o excesso de gordura. Uma das maneiras mais tradicionais de servir os Karoffelpuffer é acompanhado de Apfelmus (purê de maçã).

Kartoffelklöße

Ingredientes

1 kg de batatas; sal; 100 g de semolina; 200 g de fécula de batata; 1 pitada de noz-moscada ralada

Modo de preparo

Cozinhar as batatas com casca em água salgada por 20 minutos. Escorrer, deixar esfriar um pouco e descascar. Espremer as batatas ainda quentes. Misturar o purê de batata com uma pitada de sal, a semolina, a fécula de batata e a noz-moscada. Com as mãos úmidas, formar cerca de 20 bolinhos com 4 a 5 cm de diâmetro. Cozinhá-los em água salgada a fogo baixo por cerca de dez minutos, até que bóiem na superfície. Retirar os bolinhos com uma escumadeira, colocá-los numa travessa e servir como acompanhamento, de preferência com algum molho.

Schwäbischer Kartoffelsalat (salada de batata suábia)

Ingredientes

1,2 kg de batatas; sal; 1 cebola; 200 ml de caldo vegetal; 5 colheres (sopa) de vinagre de vinho branco; 2 colheres (chá) de mostarda; pimenta-do-reino; 1 colher (chá) de azeite; 1 maço de cebolinha

Modo de preparo

Lavar e cozinhar as batatas com casca em água salgada por 20 minutos. Escorrer, deixar esfriar um pouco e descascar as batatas. Deixar esfriar completamente e cortar em fatias de 4 a 5 mm de espessura. Picar bem a cebola e adicioná-la ao caldo. Deixar ferver e tirar do fogo.

Misturar o vinagre, a mostarda, o sal, a pimenta e o açúcar. Despejar o caldo quente sobre as batatas. Misturar cuidadosamente para que as fatias não quebrem e deixar descansar por cerca de uma hora. Temperar com azeite e sala e pimenta a gosto. Picar a cebolinha e polvilhar sobre a salada pouco antes de servir.

Kartoffelsuppe

Ingredientes

800 g de batatas; 2 cebolas; 1 alho-poró; 50 g de manteiga; 1 litro de caldo de carne; sal; 100 g de creme de leite fresco; pimenta-do-reino; 1 colher (chá) de manjerona ou salsinha

Modo de preparo

Descascar as batatas e cortar em cubos grandes. Picar bem a cebola. Lavar o alho-poró e cortar em pedaços. Aquecer a manteiga numa panela. Refogar a cebola e o alho-poró. Acrescentar as batatas e o caldo de carne e cozinhar tudo por 20 minutos, com tampa.

Espremer as batatas na sopa com um garfo ou bater rapidamente com um mixer. Misturar com o creme de leite e temperar com sal, pimenta e manjerona ou salsinha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos