Brasil vai rever plano de segurança da Rio 2016

Ministro afirma que medidas serão reforçadas, incluindo mais postos de controle e barreiras e restrições no trânsito. "Vamos trocar um pouquinho de conforto por muita segurança."

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, afirmou nesta sexta-feira (15/07) que o governo brasileiro vai rever as medidas de segurança para os Jogos Olímpicos de 2016 depois do atentado em Nice, no sul da França.

"Desde aquele momento [atentado em Nice], o Ministério da Justiça, o Ministério da Defesa e o GSI estão trabalhando para garantir que continuaremos no mesmo nível de segurança nos Jogos Olímpicos", afirmou. Serão necessárias revisões, novas providências e "muito trabalho intenso daqui para frente para manter o nível de segurança", disse Etchegoyen.

"Essa revisão, obviamente, identificará algumas lacunas e posso lhes dizer, com bom grau de probabilidade, que o quadro atual sugere incremento de algumas medidas relativas aos Jogos", adiantou Etchegoyen.

Entre as medidas, explicou o governante, estão mais postos de controle, mais barreiras e algumas restrições no trânsito. "É importante que a população entenda que vamos trocar um pouquinho de conforto por muita segurança", acrescentou.

Segundo o titular do GSI, o planeamento de segurança feito até aqui será auditado para perceber se houve uma "eventual lacuna" nas ações de preparação.

AS/lusa/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos