Reino Unido renuncia à presidência rotativa da UE em 2017

Governo britânico vai priorizar negociações para a saída do país da União Europeia, afirma premiê Theresa May, antes de encontros com Merkel e Hollande.

O Reino Unido decidiu renunciar à presidência rotativa do Conselho Europeu em 2017, na sequência do voto pela saída do país da União Europeia (UE) no referendo de junho, afirmou nesta quarta-feira (20/07) o gabinete da primeira-ministra Teresa May.

O anúncio foi feito no mesmo dia em que May se encontra, em Berlim, com a chanceler federal Angela Merkel. O Brexit será um dos principais temas da agenda. Na quinta, a primeira-ministra estará com o presidente François Hollande em Paris. É a primeira viagem de May ao exterior desde que assumiu o cargo.

May comunicou sua decisão ao presidente do Conselho, Donald Tusk, através de um telefonema, o primeiro entre os dois desde que a política conservadora assumiu a liderança do governo britânico. A presidência britânica estava prevista para o segundo semestre de 2017.

Segundo o governo britânico, a prioridade do país no próximo ano serão as negociações para deixar a União Europeia. Representantes dos países-membros da UE deverão se reunir esta quarta para decidir qual país substituirá o Reino Unido. A Bélgica já se disponibilizou para assumir a presidência no lugar dos britânicos.

A presidência do Conselho Europeu, que reúne os chefes de Estado e de governo dos 28 Estados-membros, é assumida rotativamente por cada um dos países a cada seis meses. Até o final do ano, o posto é ocupado pela Eslovênia, e depois segue-se Malta.

AS/lusa/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos