Jovem mata mulher com facão no sul da Alemanha

Agressor, um refugiado sírio de 21 anos com passagem pela polícia, teria discutido com mulher antes de atacá-la. Ele foi preso após ser atropelado por um carro. Autoridades descartam motivação terrorista.

Um refugiado sírio de 21 anos atacou passantes neste domingo (24/07) na cidade de Reutlingen, no sul da Alemanha, usando um facão. Uma mulher morreu e outras cinco pessoas ficaram feridas.

O jovem já tinha passagens pela polícia por agressão e foi preso. O motivo do ataque ainda é desconhecido.

Segundo o jornal Bild, os relatos são de que o agressor estava fora de si, chegando a correr atrás de uma viatura da polícia com o facão pelas ruas da cidade. Ele foi atropelado, de forma proposital, por um carro que passava em frente ao local do crime, e depois foi detido.

A vítima seria uma mulher que trabalhava numa lanchonete turca na cidade, que fica no estado de Baden-Württemberg. Testemunhas contaram à polícia que o agressor teve uma discussão com a vítima antes de atacá-la.

Imagens publicadas por um jornal local mostram o homem imobilizado no chão, cercado por policiais e com manchas de sangue nos braços. A alguns metros dele, uma espécie de machete, que seria a arma usada no crime.

"Ele agiu sozinho", informou a polícia de Rotlingen. "A população de Rotlingen e região não está ameaçada." As autoridades também descartam uma motivação terrorista para o ataque.

O ministro do Interior do estado de Baden-Württemberg, Thomas Strobl (CDU), elogiou a intervenção rápida da polícia. "Felizmente, o agressor foi preso, não representando mais nenhum perigo", afirmou.

O ataque ocorre dois dias depois de um atirador de 18 anos matar nove pessoas e ferir 35 numa região de compras em Munique. O jovem alemão de origem iraniana planejou o tiroteio em massa por um ano, de acordo com as investigações.

Na última segunda-feira, um rapaz afegão de 17 anos, portando um machado e uma faca, atacou passageiros de um trem nos arredores da cidade de Würzburg, também no sul da Alemanha, deixando cinco feridos. Ele jurou lealdade ao "Estado Islâmico" (EI).

RPR/KG/dpa/rtr/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos