Artistas se unem contra Trump

Candidato republicano à presidência dos EUA é alvo de campanha assinada por mais de cem celebridades. Hillary Clinton conta com apoio de famosos como Alicia Keys e Meryl Streep, que discursaram em convenção do partido.

Na convenção democrata que definiu Hillary Clinton como a candidata oficial do partido à Casa Branca, nesta terça-feira (26/07), artistas como Elizabeth Banks, Alicia Keys e Meryl Streep manifestaram seu apoio à primeira mulher a concorrer à presidência por um dos dois grandes partidos dos Estados Unidos.

Com um vestido com estampa inspirada na bandeira americana, Streep comparou Hillary a uma série de mulheres que fizeram história no país. "Essas mulheres têm algo em comum [...] Elas forjaram novos caminhos para que outros pudessem segui-las - homens e mulheres, de geração em geração. Essa é Hillary. Essa á a América", discursou Streep.

Além de Streep, Hillary conta com o apoio indireto de mais de cem celebridades que aderiram a uma campanha contra o rival republicano Donald Trump. Intitulada #UnitedAgainstHate, a iniciativa já reuniu nomes como os das atrizes Meg Ryan e Jane Fonda e do cineasta Michael Moore.

"Acreditamos ser nossa responsabilidade usar nossas plataformas para chamar atenção para os perigos de uma presidência de Trump e para as reais e atuais ameaças de sua candidatura", diz carta aberta publicada junto ao abaixo-assinado online, endereçada a todos os eleitores dos EUA.

"Donald Trump quer levar nosso país de volta a um tempo em que o medo era desculpa para a violência, quando a ganância alimentava a discriminação e quando o Estado transformou o preconceito contra comunidades marginalizadas em lei", prossegue o texto, publicado por meio da plataforma moveon.org.

O manifesto afirma ser necessário "se unir antes que seja tarde demais", pelo bem da democracia no país. "Convocamos todos os americanos a se juntarem a nós, [...] a usar o poder de nossas vozes e de nossos votos para derrotar Donald Trump e a ideologia repleta de ódio que ele representa", afirma a carta aberta, em que os artistas se dizem unidos contra a violência, o sexismo, o racismo, a xenofobia, a homofobia e o fascismo.

LPF/ap/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos