Comissão do COI decidirá sobre participação de russos na Rio 2016

Três representantes do Comitê Olímpico vão analisar situação de cada atleta russo após parecer da Corte Arbitral do Esporte. Decisão é anunciada após revelações sobre sistema estatal de doping implementado por Moscou.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou neste sábado (30/07), após uma reunião no Rio de Janeiro, que uma comissão formada por três membros terá a palavra final sobre a participação de cada atleta russos nos Jogos Olímpicos de 2016, revisando as decisões das federações internacionais.

Após revelações sobre dopagem de atletas apoiada pelo Estado russo, o COI afirmou, no início deste mês, que atletas da Rússia só seriam liberados para participar dos Jogos caso realizassem um teste de doping fora da Rússia e tivessem "ficha limpa", sem banimentos anteriores.

O grupo - formado pelo turco Ugur Erdener, diretor da comissão médica do COI; a alemã Claudia Bokel, ex-esgrimista e diretora da comissão de atletas; e o espanhol Juan Antonio Samaranch, ex-presidente do COI - vai validar a lista definitiva dos atletas russos.

O porta-voz do COI, Mark Adams, disse que a comissão vai se pronunciar depois que os juízes da Corte Arbitral do Esporte (CAS) examinarem, um por um, os casos dos atletas liberados por suas respectivas federações internacionais.

"Esta comissão vai decidir se aceita ou rejeita a proposta final" feita pela CAS, afirmou Adams. "Nós temos que tomar a decisão final. Não há uma decisão geral, mas para cada atleta em particular. É importante que o COI tome a decisão final com base em parecer independente."

Ele disse, ainda, que o processo de revisão dos atletas russos deverá estar concluído até sexta-feira, dia em que os Jogos serão abertos. A avaliação ocorre em meio a um escândalo de doping estatal que levou ao banimento de mais de cem atletas russos.

Há uma semana, o COI decidiu não excluir toda a delegação russa dos Jogos, rejeitando assim os apelos de mais de uma dúzia de agências antidoping. Em vez disso, deixou que as federações internacionais de cada modalidade decidissem quais atletas competiriam.

Até agora, mais de 250 atletas russos foram liberados pelas federações para participar, e 67 atletas de atletismo foram barrados pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF).

Na sexta-feira, oito membros da equipe de levantamento de peso da Rússia foram banidos. A federação internacional desse esporte chamou de "extremamente chocantes" os resultados do doping, que colocaram o esporte em "descrédito".

FC/ap/rtr/dpa/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos