Hoeness quer retornar à presidência do Bayern de Munique

Clube anuncia candidatura nove meses depois de dirigente cumprir pena por evasão fiscal. Eleição acontecerá em novembro, e atual ocupante do cargo diz que não vai concorrer.

O dirigente esportivo Uli Hoeness, de 64 anos, tentará recuperar a presidência do Bayern de Munique depois de cumprir pena de prisão por evasão fiscal, segundo anúncio divulgado nesta segunda-feira (08/08) pelo clube alemão.

Segundo comunicado do Bayern, Hoeness apresentará sua candidatura à presidência do clube. A eleição acontecerá em novembro, durante a assembleia-geral dos sócios. Hoeness provavelmente será eleito.

O ex-jogador de futebol assumiu a presidência do Bayern em 27 de novembro de 2009 e se manteve no cargo até março de 2014, quando foi condenado a 3 anos e meio de cadeia por evasão fiscal de milhões de euros por meio de uma conta não declarada na Suíça.

Hoeness terminou de cumprir sua pena em fevereiro, depois de 21 meses. Os primeiros sete meses ele passou na cadeia, e os últimos 14 foram cumpridos no regime semiaberto.

O cargo é atualmente ocupado por Karl Hopfner, que, segundo o Bayern, não vai concorrer para deixar livre o caminho para o regresso de seu antecessor, depois de uma "conversa muito amigável" entre os dois.

AS/dpa/ap/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos