Messi anuncia volta à seleção argentina

Craque decide reverter decisão de deixar o clube divulgada após a derrota para o Chile na final da Copa América, em junho. "Amo demais meu país e essa camisa", disse.

O atacante Lionel Messi anunciou nesta sexta-feira (12/08) que voltará a jogar pela seleção argentina, revertendo a decisão de deixar o Albiceleste depois da derrota para o Chile na final da Copa América, no final de junho.

"Vejo que há muitos problemas no futebol argentino e não quero criar nenhum mais. É preciso acertar muitas coisas no futebol argentino, mas prefiro fazê-lo de dentro, e não criticando de fora", afirmou o craque em comunicado.

Horas depois do anúncio, o camisa 10 foi convocado pelo técnico Edgardo Bauza para os duelos contra Uruguai e Venezuela pelas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, que começam em setembro.

"Me passaram muitas coisas pela cabeça no dia da última final e pensei seriamente em deixá-la, mas amo demais meu país e esta camisa", declarou Messi.

A saída da estrela do Barcelona da seleção argentina gerou comoção nacional e internacional e uma onda de apoio ao jogador. Fãs foram às ruas da capital Buenos Aires para pedir a volta do camisa 10. Nas redes sociais, artistas, comentaristas esportivos e políticos fizeram o mesmo apelo.

Messi vestiu a camisa da Albiceleste por 11 anos, período em que ganhou o título do Mundial Sub-20 na Holanda, em 2005, e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Apesar do sucesso com o Barcelona, Messi contabiliza uma final de Copa do Mundo perdida - contra a Alemanha, em 2014 - e três derrotas em finais da Copa América.

KG/efe/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos