Autor e vítima de ataque em trem na Suíça morrem em hospital

Suíço de 27 anos incendeou vagão e atacou passageiros com faca. Das seis vítimas, três permanecem em estado grave, incluindo criança de seis anos. Polícia diz que não há indícios de ligação do agressor com o terrorismo.

O suíço de 27 anos que atacou passageiros com uma faca e líquido inflamável num trem na Suíça morreu neste domingo (14/08) devido a queimaduras graves, informou a polícia de St. Gallen, no leste do país. Uma das seis vítimas do agressor, uma mulher de 34 anos, também morreu neste domingo por causa dos ferimentos.

Na tarde deste sábado, o jovem desencadeou um incêndio no vagão de um trem que circula na linha entre Buchs e Sennwald e esfaqueou alguns passageiros, pouco antes de o trem se aproximar da estação Salez. Três passageiros seguem em estado crítico, incluindo uma menina de seis anos, informou Hans-Peter Kruesi, porta-voz da polícia.

Kruesi também declarou que não há "nenhum indício de que tenha sido um crime terrorista ou com motivação política". O agressor, que não tinha passagem pela polícia, não chegou a ser interrogado antes de morrer. As autoridades não detalharam o que encontraram nas buscas no apartamento do jovem.

Em julho, um refugiado afegão de 17 anos, portando um machado e uma faca, atacou passageiros de um trem nos arredores da cidade de Würzburg, no sul da Alemanha, e feriu ao menos cinco pessoas antes de ser morto pela polícia. Num vídeo, ele jurou lealdade ao grupo "Estado Islâmico" (EI), que reinvidou o ataque.

KG/lusa/ap/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos