Jogos Olímpicos na imprensa alemã: dia 9

Comportamento do campeão olímpico no lançamento de discos Christoph Harting, durante a entrega de medalhas, foi tema abordado pelos sites de todos os principais jornais e revistas do país.

A imprensa alemã destaca neste domingo (14/08), dia 9 dos Jogos Olímpicos, o comportamento do lançador de discos Christoph Harting. Após repetir o que fizera seu irmão quatro anos antes, em Londres, e ganhar o ouro na prova, o atleta de 26 anos fez brincadeiras durante a premiação e, de braços cruzados, chegou a assobiar durante o hino alemão.

Die Zeit: Show peculiar

"Quem não estava em clima de festa? Justamente o menino de ouro Christoph Harting. Ele havia acabado de sair da gaiola do lançamento de discos quando seu peculiar show começou: ele apareceu tão descontraído na premiação, que não só o tabloide Bild classificou a cena de arrogante. Harting queria aproveitar o momento do seu jeito. Mas, como isso foi mal recebido por muitos, ele depois acabou se desculpando."

Bild-Zeitung: Cena arrogante

"Christoph Harting subiu descontraído ao pódio, cruzou os braços durante o hino, fez outras palhaçadas, até assobiou. Depois do ouro no disco, uma cena arrogante. Depois da premiação, ele teve que participar da entrevista coletiva, caso contrário seria punido. E disse: 'Bom dia, essa entrevista coletiva será bem curta, porque eu sou esportista, e não um cara midiático'."

Süddeutsche-Zeitung: Rechaço e irritação

"Por bancar o palhaço na premiação, Harting recebeu muitas críticas - inclusive de seu próprio treinador. Nas mídias sociais, a apresentação do atleta de 26 anos foi recebida com rechaço. Era o ponto alto de uma carreira, que correu durante muito tempo à sombra de seu irmão. Mas, depois que ganhou seu ouro, ele acabou causando irritação."

Der Spiegel: Descontração fingida

"Ou Christoph Harting entendeu alguma coisa errado ou ele tem um senso de percepção estranho. Na entrevista coletiva, ele disse não ser uma pessoa midiática, mas, ao mesmo tempo, fez aquela cena em frente à máquina midiática. A forma como ele se apresentou foi marcante, pouco ortodoxa. Mas ele deveria saber que isso chamaria mais a atenção. Exagerar na cerimônia de apresentação é humano. Sua descontração fingida, no entanto, não o faz parecer autêntico. E o deixa exposto a críticas."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos