Thiago Braz conquista ouro e recorde no salto com vara

Em disputa acirrada com o campeão de Londres 2012, paulista de 22 anos bate o recorde olímpico da prova e garante a primeira medalha para o atletismo brasileiro em oito anos. "Foi um milagre", diz.

O brasileiro Thiago Braz conquistou nesta segunda-feira (15/08) no Rio de Janeiro a medalha de ouro no salto com vara, após disputa acirrada com o vencedor da prova na última edição dos Jogos Olímpicos, o francês Renaud Lavillenie.

Com a marca de 6,3 metros - dez centímetros a mais do que a melhor marca já atingida em sua carreira -, o jovem de 22 anos bateu o recorde olímpico e encerrou um jejum de oito anos do Brasil sem conquistar uma medalha no atletismo em Jogos Olímpicos. A última brasileira a subir ao pódio foi Mauren Maggi, vencedora no salto em distância, em Pequim 2008.

Lavillenie, o detentor do recorde mundial da prova (6,16 metros), não conseguiu superar a marca do brasileiro e ficou com a medalha de prata. O bronze foi para o americano Sam Hendricks.

Agora dono de um ouro olímpico, Braz mostrou mais segurança do que no sábado, quando chegou a flertar com a eliminação nas semifinais, esbarrando duas vezes na marca de 5m45. Hoje, o atleta brasileiro deu mais saltos que o francês, com quem disputou um "mata-mata" no Engenhão, mais ainda assim o superou de maneira inapelável.

"Cadê quem me perguntou se era um milagre? Hoje foi um milagre", disse o atleta, na coletiva de imprensa após a premiação.

Depois que os dois passaram para a marca de 5m98, o paulista decidiu ir direto aos 6m03, dez centímetros acima da melhor marca que havia atingido na carreira. Na segunda tentativa, ele fez a torcida delirar com o acerto, que jogou a pressão para o rival, que buscava o segundo ouro seguido.

Braz, nascido em Marília, no interior de São Paulo, começou sua carreira aos 14 anos. Atualmente, ele treina na Itália com o ucraniano Vitaly Petrov.

Até agora, as únicas medalhas de ouro conquistadas pelo Brasil no atletismo olímpico eram as de Joaquim Cruz, nos 800 metros rasos em Los Angeles 84, Adhemar Ferreira da Silva no salto triplo em Helsinque 1952 e Melbourne 1956, além do ouro de Maggi em 2008.

RC/abr/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos