Consciência Sul: o mundo por José Mujica

Em sua primeira videocoluna para a Deustche Welle, o ex-presidente do Uruguai José Mujica comenta os desafios econômicos e ambientais que ameaçam a humanidade. "A chave fundamental não é o mercado, mas a vida."

A partir de setembro de 2016, o ex-presidente e senador do Uruguai José "Pepe" Mujica publica na Deutsche Welle uma videocoluna quinzenal. Sob o título "Consciência Sul: o mundo por Pepe Mujica", o uruguaio comenta temas internacionais da atualidade.

No primeiro capítulo, Mujica traça um panorama sombrio do mundo moderno e lamenta "o fanatismo, a corrupção, o afã de acumular dinheiro, a crise fiscal, a debilidade do mundo em estabelecer um imposto para a concentração excessiva de riqueza e a incapacidade dos acordos mundiais que permitam cuidar da natureza e da vida".

Ao mesmo tempo, o ex-presidente do Uruguai confia que as futuras gerações serão capazes de encontrar soluções sustentáveis para os principais desafios do nosso tempo. "Nunca o ser humano teve tantos recursos, tanto conhecimento científico, tanto capital e tantas possibilidades para mudar a sorte do planeta".

José Alberto Mujica Cordano, nascido en 1935, passou 14 anos na prisão como um dos líderes da guerrilha do Movimento de Liberação Nacional-Tupamaros durante a ditadura uruguaia. Ganhou a liberdade com a anistia decretada em março de 1985. Quatro anos mais tarde, os tupamaros fundaram o partido Movimento de Participação Popular (MPP). De 2010 a 2015, Mujica foi presidente do Uruguai. Pelo fato de ter declarado precisar de apenas 10% de seu salário e ter doado o restante, Mujica ficou conhecido como "o presidente mais pobre do mundo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos