Bayer eleva oferta para compra da Monsanto

Grupo alemão apresenta terceira proposta para aquisição da empresa agroquímica americana, orçada em mais de 65 bilhões de dólares. Analistas avaliam que ainda não é o suficiente.

O grupo farmacêutico e químico alemão Bayer apresentou nesta terça-feira (06/09) uma terceira oferta para a compra da empresa americana Monsanto, orçada em mais de 65 bilhões de dólares, elevando o valor pago por ação para 127,50 dólares.

A Bayer tenta comprar a empresa agroquímica americana desde maio, mas enfrenta a resistência da Monsanto para a fusão. Se concretizado, o negócio - o maior da história da indústria alemã - criará a maior fabricante de herbicidas e sementes do mundo.

A proposta inicial de 62 bilhões de dólares foi rejeitada "por ser muito baixa". Em julho, o grupo alemão elevou a oferta financeira aos acionistas de 122 para 125 dólares por ação e se comprometeu a atender possíveis demandas regulatórias. A Monsanto classificou a proposta como "financeiramente inadequada", mas disse estar aberta para novas negociações.

Em comunicado, a Bayer divulgou que "não pode haver nenhuma certeza de que as partes chegarão a um acordo" sobre a nova proposta. A Monsanto confirmou que houve uma melhora da oferta da Bayer para uma "aquisição amigável" e afirmou que está avaliando a proposta, "bem como propostas de outras partes e outras alternativas estratégicas".

Analistas calculam que a Monsanto espera uma oferta entre 132 e 137 dólares por ação. O jornal alemão Rheinische Post, citando pessoas ligadas à Bayer, afirma que a empresa alemã está disposta a pagar 130 dólares.

KG/rtr/afp/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos