Temer recebe vaias e aplausos em desfile de 7 de Setembro

Em primeira aparição pública como presidente, Temer é chamado de "golpista" por parte da plateia em Brasília. Outro grupo bate palmas para o chefe de Estado e levanta bandeiras do Brasil.

Em sua primeira aparição pública após o impeachment de Dilma Rousseff, o presidente Michel Temer recebeu vaias e gritos de "golpista" e "Fora, Temer" no desfile de 7 de Setembro nesta quarta-feira (07/09), em Brasília.

Ao chegar ao local reservado às autoridades na Esplanada dos Ministérios, Temer foi aplaudido por parte do público que acompanhava o evento nas arquibancadas, próximas à tribuna presidencial, mas logo depois, um grupo de manifestantes começou a gritar e vaiar. Um dos manifestantes levantou uma faixa com os dizeres: "Não aceitamos governo ilegítimo."

Em protesto, outro grupo de pessoas na mesma arquibancada levantou bandeiras do Brasil dizendo: "A nossa bandeira jamais será vermelha". O protocolo da cerimônia foi parcialmente interrompido. Os protestos continuaram de forma espaçada depois da execução do Hino Nacional.

Na tribuna, Temer, que não usou a tradicional faixa presidencial, ficou ao lado da primeira-dama, Marcela Temer, e dos presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Além de autoridades militares, os ministros da Defesa, Raul Jungmann, da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Justiça, Alexandre de Moraes, acompanharam o desfile.

Quando Temer deu autorização ao Comandante Militar do Planalto para iniciar oficialmente o evento, os protestos cessaram. Mais tarde, gritos de "Fora, Temer" foram retomados nas arquibancadas.

Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, citado pelo jornal O Globo, uma das arquibancadas de onde vieram os gritos contra o presidente, em frente à tribuna, foi destinada a convidados de funcionários do Planalto. As demais arquibancadas foram liberadas para o público.

Padilha afirmou que os gritos de "Fora, Temer" não surpreenderam. Citado pela Folha de S. Paulo, Wellington Moreira Franco, secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência, disse que as manifestações não preocupam o governo.

KG/abr/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos