Companhia alemã TUIfly cancela quase todos os voos

Empresa diz que tripulantes se ausentaram de última hora, alegando motivos de doença. Possível fusão com Air Berlin e Etihad gera incertezas entre os funcionários.A empresa aérea alemã TUIfly, subsidiária da operadora de turismo Tui, cancelou quase todos os seus voos desta sexta-feira (07/10). A companhia informou em comunicado que a decisão foi tomada após grande parte dos comissários e pilotos se ausentarem do trablho, alegando motivos de doença. No total, foram cancelados 49 voos que partiriam da Alemanha e outros 49 que retornariam ao país. Em torno de 9 mil passageiros serão afetados, segundo informou uma porta-voz da empresa. "A Tui fretou aeronaves de outras companhias aéreas para viabilizar o retorno dos turistas dos destinos de férias", afirma o comunicado da empresa. "Todos os outros voos da Alemanha, Áustria e Suíça marcados para o dia 7 de outubro foram cancelados em razão de falta de pessoal." Novos cancelamentos deverão ocorrer nos próximos dias. A Tui disse que os tripulantes notificaram a ausência com pouca antecedência, de modo que não foi possível "informar os clientes antecipadamente e oferecer planos alternativos de viagem". Nesta quinta-feira, 47 de 110 voos da TUIfly já haviam sido cancelados após tripulantes se ausentarem do trabalho também alegando motivos de doença. As ausências em grande número ocorrem em meio a preocupações sobre o futuro da empresa e dos 2,4 mil funcionários. Na quarta-feira, a companhia aérea alemã Air Berlin, que também enfrenta dificuldades, anunciou que iniciaria conversações com a Tui e a empresa Etihad, sediada em Abu Dhabi, sobre uma possível fusão. A Tui havia assegurado anteriormente que os acordos coletivos dos funcionários da TUIfly, assim com a sede da empresa em Hannover, não estariam ameaçados pelas possíveis mudanças na administração. O presidente do sindicato alemão de pessoal de cabine Ufo, Nicoley Baublies, questionou as afirmações da empresa. Ele afirmou que a TUIfly não é capaz de garantir a segurança do quadro de funcionários uma vez que a prórpia companhia e a Air Berlin teriam dito que serão apenas acionistas minoritárias caso a fusão seja levada adiante. RC/ap/dpa/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos