Furacão Matthew mata centenas no Haiti e chega à Flórida

Após causar devastação e mortes no Caribe, tempestades e ventos fortes alcançam os EUA. Governo pede que milhões deixem suas casas e declara estado de emergência.Os fortes ventos e as tempestades decorrentes do furacão Matthew, que devastou partes do Caribe nos últimos dias, atingiram a Flórida no início desta sexta-feira (07/10), sinalizando que este poderá ser um dia de grandes estragos no litoral do sudeste dos Estados Unidos. No Haiti, o Ministério do Interior afirmou que o número de mortes em consequência do furacão confirmadas é de 283. Milhares estão desabrigados. A maior parte das mortes – ao menos 50 – ocorreu numa mesma cidade na região sul do país, atingida com força pelas tempestades e ventos fortes. A agência de notícias Reuters contabilizou ao menos 478 mortes no Haiti. As autoridades afirmam que o total de vítimas ainda deve aumentar. Muitas pessoas morreram em razão da queda de árvores, destroços carregados pelo vento ou pelas cheias dos rios. Em outras regiões do Caribe, ao menos sete mortes foram registradas. Após passar pelo Haiti, Cuba, Bahamas e República Dominicana, o furacão seguiu para o sudeste americano, se aproximando da Flórida nesta quinta-feira. Em torno de três milhões de pessoas receberam ordens de evacuação, em antecipação à chegada do Matthew. Flórida, Geórgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte declararam estado de emergênica, concedendo a seus governadores o poder de convocar a Guarda Nacional. Os serviços meteorológicos preveem que ventos de até 220 km/h atinjam o litoral do sudeste do país. As tempestades poderão causar danos de bilhões de dólares. "Não se arrisquem" "Essa tempestade irá matá-los", alertou o governador da Flórida, Rick Scott, pedindo que os moradores da costa leste da península deixem a região. "Não se arrisquem", disse. "Saiam agora." O Centro Nacional de Furacões (NHC) dos EUA informou que a força do furacão diminuiu levemente no início da madrugada desta sexta-feira, sendo rebaixado para a categoria 3 na escala Saffir-Simpson, com ventos de no máximo 195 km/h. A tempestade se movia a 22 km/h no sentido noroeste. Os ventos fortes chegaram a Vero Beach, localizada entre o oeste de Palm Beach e o Cabo Canaveral, derrubando árvores e marquises, com ondas fortes atingindo a praia. A população de Miami e Fort Lauderdale, que soma 4,4 milhoes de pessoas, foi poupada dos piores efeitos do furacão. RC/ap/dpa/afp/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos