Pesquisas colocam Hillary à frente de Trump

Duas novas sondagens indicam que candidata democrata à presidência dos EUA leva vantagem sobre o rival republicano, numa delas com 11 e na outra com 4 pontos percentuais. Ambas foram feitas depois da divulgação de vídeo.Duas pesquisas eleitorais divulgadas neste domingo (16/10) indicam vantagem da candidata democrata, Hillary Clinton, sobre seu principal adversário, o republicano Donald Trump, na disputa pela presidência dos Estados Unidos. Segundo uma pesquisa do Wall Street Journal e da emissora NBC, Hillary tem uma vantagem de 11 pontos percentuais sobre Trump (48% a 37%), um salto significativo em relação aos seis pontos percentuais que a democrata tinha à frente de Trump em setembro. A pesquisa consultou 905 eleitores, com margem de erro de 3,26 pontos percentuais. Outra pesquisa, da emissora ABC News e do jornal Washington Post, mostra uma distância bem menor: nela, Hillary está quatro pontos percentuais à frente de Trump (47% a 43%). A pesquisa ouviu 1.152 eleitores e tem margem de erro de 3,5 pontos percentuais. As duas sondagens foram feitas entre os dias 10 e 13 de outubro, ou seja, depois do segundo debate presidencial, mas antes das várias denúncias de assédio sexual contra o candidato republicano. O aumento da distância entre os dois candidatos, segundo o Wall Street Journal, tem relação principalmente com o crescente apoio de mulheres, indecisos e apartidários a Hillary nas últimas semanas, o que indica que o candidato republicano está sendo afetado pela divulgação de um vídeo gravado em 2005, no qual faz vários comentários vulgares sobre mulheres. Entre os entrevistados, 67% avaliam que Hillary iria se sair melhor como presidente na hora de lidar com assuntos relativos às mulheres. Nesse cenário, apenas 17% disseram que Trump seria melhor. Por outro lado, no quesito honestidade e poder de decisão, o candidato republicano superou Hillary em quatro pontos percentuais na mesma pesquisa (38% a 34%). No entanto, 59% dos eleitores disseram que Hillary tinha o temperamento certo para ser presidente, enquanto Trump só recebeu o apoio de 23% dos entrevistados nesse quesito. CA/efe/afp/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos