Justiça mexicana aprova extradição de El Chapo para os EUA

Juiz responsável pelo caso nega recursos apresentados pela defesa de traficante e autoriza prosseguimento de processo de extradição. El Chapo pode recorrer da decisão.A Procuradoria-Geral da República do México anunciou nesta quinta-feira (20/10) que um tribunal mexicano autorizou a extradição do narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán para os Estados Unidos, após o juiz responsável pelo caso negar dois recursos apresentados pela defesa do criminoso e suspender outros três. Em comunicado, a instituição disse ter sido notificada de cinco resoluções emitidas pelo tribunal sobre o julgamento dos recursos apresentados pelo criminoso contra a decisão da Secretária de Relações Exteriores de conceder a extradição. "Em dois deles, o órgão jurisdicional resolveu negar a proteção e amparo da justiça federal, enquanto os três restantes foram suspensos", diz a nota da procuradoria. Os advogados do traficante ainda podem recorrer da decisão. O governo mexicano decidiu extraditar Guzmán para os Estados Unidos em maio a pedido de um tribunal do Texas, na sequência da fuga espetacular, em 11 de julho de 2015, de uma prisão de segurança máxima no México. O líder do cartel de Sinaloa foi recapturado no início de janeiro no estado de Sinaloa. Guzmán era considerado um dos principais líderes de cartéis de tráfico de droga do mundo, traficando bilhões de dólares em substâncias ilícitas para os Estados Unidos. Ele fugiu duas vezes de prisões mexicanas de segurança máxima, em 2001 e 2015. CN/efe/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos