Trump diminui desvantagem para Hillary

Segundo pesquisa divulgada pela agência de notícias Reuters e pelo instituto de opinião Ipsos, candidato republicano à Casa Branca reduz para 4 pontos percentuais seu handicap eleitoral em relação à ex-primeira-dama.O candidato do Partido Republicano à presidência americana, Donald Trump, conseguiu diminuir, na semana passada, a desvantagem que tinha frente à rival democrata, Hillary Clinton, na preferência do eleitorado. Segundo pesquisa da agência de notícias Reuters e do instituto de opinião Ipsos, divulgada nesta sexta-feira (21/10), Donald Trump teria 40% dos votos, enquanto Hillary chegaria a 44%. Na semana anterior, essa diferença era de sete pontos percentuais. Assim, Donald Trump retorna aos valores que tinha antes da divulgação do seu vídeo com comentários depreciativos em relação a mulheres. Para a pesquisa, foram consultados quase 1.200 eleitoras e eleitores americanos entre os dias 17 e 21 de outubro. A pesquisa constatou ainda que somente metade dos republicanos aceitaria Hillary como presidente, se ela ganhar as eleições de 8 de novembro próximo. Entre os entrevistados do partido de Trump, 70% afirmou que, caso venha a acontecer, uma vitória democrata seria fruto de fraude. Trump alertou diversas vezes para manipulação eleitoral, reservando-se o direito de contestar o resultado da votação. Isso fez com que Hillary acusasse o rival republicano de ameaçar a democracia. Uma transferência pacífica de poder está entre as coisas que diferem uma democracia de uma ditadura, afirmou a candidata democrata durante um comício em Cleveland, no estado de Ohio. CA/rtr/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos