1925: Patenteada a roda ginástica

Carsten Heinisch (ms)

No dia 8 de novembro de 1925, o vitivinicultor alemão Otto Feick patenteou a roda ginástica. Sua estrutura circular é composta de dois arcos de alumínio, possibilitando a execução de vários exercícios acrobáticos.No dia 8 de novembro de 1925, o alemão Otto Feick recebeu a patente da roda ginástica, um aparelho inventado para fins de entretenimento. A engenharia da sua criação é simples: são apenas dois aros fixados em forma de cruzeta, que permitem a realização de uma série de exercícios. Ainda criança, Otto Feick construiu o protótipo do que viria a ser a roda ginástica, utilizando ripas e aduelas. Quando ficou pronto, ele usou o aparelho para descer uma encosta. A experiência deve ter sido bem marcante, pois Feick ainda se lembrava desta vivência, passados quase 20 anos. O ferroviário e sindicalista tinha tempo de sobra para recordar-se do episódio. Tropas francesas, que ocuparam o lado oeste do rio Reno durante a Primeira Guerra Mundial, haviam prendido Feick, sob a acusação de espionagem. Durante o período em que esteve detido, ele conseguiu aperfeiçoar a sua engenhoca, encontrando a rotação adequada. Quando foi solto, em 1923, Feick decidiu produzir e comercializar a sua roda ginástica. Entretanto, a ocupação francesa frustrou seus planos. Antes mesmo de colocar sua ideia em prática, ele foi expulso do território em que morava. Metalúrgica no sul da Alemanha Feick decidiu mudar-se para o sul da Alemanha, na região de Rhön, na Baviera, lugar de origem da sua esposa. Lá, ele montou uma metalúrgica e passou a construir a roda ginástica, cuja estrutura circular era composta de dois aros de alumínio. Em homenagem à região que o acolheu, Feick batizou o invento de Rhönrad (roda de Rhön). No início do ano de 1926, ele apresentou o aparelho na Escola Superior Alemã de Educação Física, em Berlim. Também fez demonstrações da roda ginástica na Inglaterra, na França e nos Estados Unidos. Não tardou muito para que o dinheiro investido no patenteamento do invento rendesse bons frutos. As rodas ginásticas foram um sucesso de vendas. A oficina de Feick produziu quase 20 mil exemplares para serem comercializados em todo o mundo. Em 1930, aconteceu a primeiro torneio internacional de roda ginástica, em Bad Kissingen. As modalidades eram a corrida, disputa com obstáculos, competição em equipe e a configuração de pirâmides. Nos anos 30, a roda ginástica era utilizada nas escolas de Educação Física e no treinamento físico dos policiais. O ápice de desenvolvimento desta modalidade esportiva aconteceu naquela década do século passado, durante os Jogos Olímpicos em Berlim, que reuniu 120 atletas de ambos os sexos treinados para competir na roda ginástica. Gloriosa na época, caiu em desgraça depois da queda do Terceiro Reich. A roda ginástica ficou irremediavelmente associada ao nazismo e era malvista. Somente treze anos depois do término da Segunda Guerra Mundial é que praticantes da Rhönrad voltaram a participar da Festa Alemã dos Ginastas. Modalidade praticada em nível internacional Otto Feick não viveu para presenciar o ressurgimento do seu invento. Ele morreu em 1959. A roda ginástica é hoje bastante difundida na Alemanha, embora não se tenha tornado um esporte popular. A partir dos anos 1980, a roda ginástica vem ressurgindo também no âmbito internacional. Em 1990, foi realizado o primeiro torneio da Europa, em Taunusstein. Dois anos depois, aconteceu o primeiro campeonato europeu, na Suíça. Após a fundação da Federação Internacional de Roda Ginástica, foi realizado também o primeiro campeonato mundial de roda ginástica na Holanda, em 1995.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos