Três coisas para prestar atenção na eleição americana

Michael Knigge

A DW Brasil preparou um guia rápido para você entender como será a noite desta terça-feira, decisiva para os Estados Unidos.Quais são os estados-chave a serem observados? Lee M. Miringoff, diretor do Instituto de Opinião Pública do Marist College: "Estou mais ansioso para ver os resultados da Carolina do Norte e da Pensilvânia. Esses estados são considerados seguros para Hillary. Logo, se Trump conseguir vencer em algum deles – e está bem perto disso na Carolina do Norte – significa que ele evitou afundar num buraco do qual poderia não conseguir sair." Flórida e Ohio são os estados onde Trump precisa ganhar. Hillary pode perder nesses estados e ainda assim ganhar as eleições. Mas se ela ganhar na Flórida e em Ohio, não haverá muitos lugares onde Trump poderá alcançá-la. Ambos os lados investiram muito tempo e dinheiro na Flórida, porque para Hillary o estado pode significar um nocaute no adversário, e para Trump ele é necessário à sobrevivência na corrida eleitoral." Sam wang, diretor do Consórcio de Eleição de Princeton: "New Hampshire e Carolina do Norte são bons indicadores de quem deve vencer as eleições. Se Hillary Clinton ganhar em ambos os estados, ela estará bem colocada na corrida presidencial. Se Donald Trump ganhar em um dos dois ou nos dois estados, saberemos que as nossas pesquisas anteriores já não valem mais. Isso significaria também que ele tem alguma chance de levar essas eleições. É preciso dizer também que Trump precisa vencer na Flórida e em Ohio para ganhar as eleições." Quando os resultados serão divulgados? É importante lembrar que quando o vencedor de um estado ou da eleição em geral é anunciado pelas redes de notícias, trata-se de uma projeção baseada em sondagens e votos computados. Após as urnas serem fechadas, pode levar bastante tempo até que os resultados finais sejam divulgados pelos estados. Como funciona o sistema eleitoral nos Estados Unidos? As eleições presidenciais americanas não são decididas pelo voto popular, mas pelo Colégio Eleitoral. Cada estado possui um determinado número de delegados, mais ou menos de acordo com a sua população. A Califórnia tem o maior número de delegados (55). Delaware, por exemplo, tem apenas três. No total, são 538 delegados. Para ganhar as eleições presidenciais, é necessário obter a maioria no Colégio Eleitoral, ou seja, 270 votos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos