Acusado de colisão de trens na Baviera admite que jogava no celular

Controlador de tráfego confessa que mexia no telefone quando cometeu o erro de liberar trecho para dois trens ao mesmo tempo. Desastre em Bad Aibling, no sul da Alemanha, deixou 12 mortos.O controlador de tráfego acusado de provocar um acidente frontal entre dois trens na Baviera admitiu má conduta, no primeiro dia de seu julgamento, nesta quinta-feira (10/11). O desastre, ocorrido em 9 de fevereiro na cidade de Bad Aibling, deixou 12 mortos e mais de 80 feridos. O homem de 40 anos, identificado como Michael P., admitiu que desligou um sinal que não deveria ter sido desativado e que acionou um alarme de emergência de forma incorreta. Ele confessou também que, apesar de ser proibido, estava jogando no celular durante o expediente. Em abril, promotores já haviam indicado que o homem estava distraído com um jogo de celular até instantes antes da tragédia. O controlador de tráfego liberou simultaneamente o mesmo trecho de uma linha férrea única para os dois trens, que andavam em sentidos opostos e colidiram frontalmente. Quando se deu conta da pane, tentou enviar uma mensagem de emergência, mas apertou o botão errado e ela foi enviada a outros controladores e não aos maquinistas. Quando os colegas o alertaram, ele enviou a mensagem de alerta aos maquinistas, mas já era tarde. Contra o então funcionário da Deutsche Bahn, empresa ferroviária da Alemanha, pesam 12 acusações de homicídio involuntário e 89 acusações de lesão corporal. O julgamento deve se estender até 5 de dezembro. Se condenado, o acusado está sujeito a uma pena de até cinco anos de prisão. RW/afp/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos