Iraque anuncia libertação de Nimrud do EI

Na sequência da grande ofensiva para libertar Mossul das mãos do "Estado Islâmico" (EI), forças do governo iraquiano anunciam a reconquista da cidade histórica onde os jihadistas destruíram o templo de Nabu.As forças iraquianas libertaram neste domingo (13/11) a cidade histórica de Nimrud, situada na frente meridional da batalha pelo controle de Mossul, informou o comandante das Forças Especiais iraquianas, o general de brigada Abdelamir Yarala. Em comunicado, Yarala anunciou que "as unidades da 9ª Brigada de Blindados libertaram totalmente a cidade de Nimrud e içaram a bandeira iraquiana sobre seus edifícios". Além disso, ele destacou que, na reconquista da região, o grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) sofreu baixas e perdeu de equipamento militar. As forças iraquianas também recuperaram o controle do vilarejo de Al Naamaniya, ao sul de Nimrud, um dia após ter expulsado os jihadistas de Abbas para Rajab, outra vila próxima à cidade histórica reconquistada. Nesta zona está situada a antiga cidade assíria de Nimrud, que chegou a ser um importante centro de poder durante o reinado de Salmanasar 1° (1373-1244 a.C.) e que foi saqueada e destroçada por parte dos jihadistas do EI no início de 2015. Entre os emblemas da antiga Nimrud destruídos pelos jihadistas figura o templo de Nabu. A cidade histórica se localiza a cerca de 30 quilômetros ao sul de Mossul. A ofensiva das tropas iraquianas e curdas para libertar Mossul e a totalidade da província de Ninawa começou em 17 de outubro desde três frentes – Norte, Sul e Leste –, e permitiu até o momento a conquista de vários bairros orientais da metrópole, considerada o principal reduto do "Estado Islâmico" no Iraque. CA/efe/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos