Depois de oito anos, Metallica lança novo disco

Silke Wünsch (ca)

Nenhuma banda conseguiu aperfeiçoar tão bem a mistura de agressão e melodias suaves. Agora, com "Hardwired... To Self-Destruct", os deuses do heavy metal dos EUA lançam o seu 11° álbum. Em março, eles vão para o Brasil.A partir desta sexta-feira (18/11) o novo álbum do Metallica, Hardwired... To Self-Destruct, está à venda tanto nas versões física quanto digital. Há 35 anos na estrada, o Metallica é, por assim dizer, uma banda de idade avançada, mas seu som não perdeu nada com o tempo. Seu último álbum, em cooperação com Lou Reed, não foi tão bem-sucedido como esperava-se, mas agora a banda traz um disco que cumpre o que promete, para a alegria de muitos metaleiros e fãs do grupo de heavy metal. Lançada em agosto, a canção-título de Hardwired... To Self-Destruct aumentou a alegria antecipada dos fãs. Aqui estão eles outra vez, os velhos guerreiros, que com pouco esforço, muita velocidade e a voz inconfundível de James Hetfield, fazem jus às origens. Não é nenhuma coincidência que, neste novo disco, um conhecedor da banda se lembre do primeiro álbum do grupo, Kill 'Em All (1983). O baterista e fundador do grupo, Lars Ulrich, admite que "existam ali alguns elementos que passaram para o novo álbum." Sucessos e mais sucessos Fundada em Los Angeles na década de 1980, Metallica é uma das bandas de heavy metal de maior sucesso, com 110 milhões de discos vendidos. O início, no entanto, transcorreu bastante lento, ao menos em relação às vendas. Eles viajaram pelos EUA e Europa, chamando assim a atenção do público. Eles trabalharam duro em suas carreiras e não se deixaram influenciar. O seu ponto forte está no ritmo rápido e agressivo do speed e trash metal, mas eles sempre conseguiram encontrar um caminho para uma sonoridade mais convencional. Nenhuma banda conseguiu aperfeiçoar tão bem a mistura de agressão e melodias suaves quanto o Metallica. Em 1986, veio então o terceiro álbum, Master of Puppets, que catapultou o Metallica para o Olimpo do heavy metal. Muitos críticos concordam: esse foi o melhor disco da banda. A canção-título se tornou um clássico do grupo. Com esse trabalho, Metallica ganhou o reconhecimento dos velhos guerreiros do metal: Ozzy Osbourne e Anthrax levaram os californianos como banda suporte em suas turnês. O quarto álbum, ...And Justice for All, alcançou altas posições nas paradas dos EUA, ganhou prêmios e a primeira indicação ao Grammy. Em 1990, a música One rendeu ao grupo o primeiro de um total de nove Grammys. Todos os discos posteriores foram álbuns número 1 na Billboard. Com Nothing Else Matters, o Metallica conquistou o mainstream, sem afastar os antigos fãs – um ato de equilíbrio que nem toda banda consegue. Uma bela crítica deste período: "Metallica é a única banda de heavy metal, que adultos podem escutar sem ter a sensação de que seu quociente de inteligência diminua", escreveu Rough Guide Rock. O bom e velho Metallica O último "verdadeiro" álbum de estúdio, Death Magnetic, foi gravado em 2008. Lulu, disco feito em colaboração com Lou Reed, em 2011, deixou a desejar tanto para os fãs quanto para os críticos. A combinação parecia muito promissora. Os metaleiros mais pesados do mundo junto a um artista da vanguarda pop, que se tornou um poeta byroniano. O resultado: uma viagem musical e lírica de horror, que só agradou aos ouvidos de consumidores musicais mais dedicados. Agora o bom e velho Metallica voltou. A idade média dos músicos é de 53 anos, algo que para as estrelas do rock, atualmente, não é nenhum motivo para se aposentar. Os prenúncios do novo disco já foram motivo de alegria. Também a revista especializada Metal Hammer não se conteve e postou em seu site o vídeo de uma das novas músicas da banda: Halo on Fire. Concertos secretos Para promover o seu álbum, os quatro membros da banda – James Hetfield, Lars Ulrich, Kirk Hammett e Robert Trujillo – se movimentaram bastante: na última segunda-feira, eles tocaram em Berlim num concerto secreto para o programa de TV Circus HalliGalli. Os quatro então se separaram para uma turnê promocional pela Alemanha, em que deram inúmeras entrevistas de rádio. Em 2017, uma turnê vai promover o álbum. Já em fevereiro, o Metallica vem para a Europa: para dois concertos na Dinamarca, terra natal de Lars Ulrich. Eles deverão retornar ao Velho Continente na melhor das hipóteses no fim do ano, afirmou a banda, elevando assim as expectativas. Já os brasileiros terão melhor sorte. O Metallica faz parte do line-up do festival Lollapalooza 2017 e deverá apresentar seu novo álbum em São Paulo, no próximo dia 25 de março, no Autódromo de Interlagos. Escute abaixo alguns dos sucessos da banda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos