Forte terremoto volta a atingir Fukushima

Tremor de magnitude 7,3 gera alerta de tsunami na costa leste do Japão. Autoridade meteorológica do país prevê ondas de até três metros de altura e pede evacuação para áreas mais altas. Ainda não há registro de vitímas.Um forte terremoto voltou a atingir a região de Fukushima, no nordeste do Japão, na madrugada desta terça-feira (22/11). Em seguida, um alerta de tsunami foi emitido por conta do tremor. A Agência Meteorológica do Japão (JMA) estimou a magnitude em 7,3 na escala Richter. O sismo ocorreu às 5h59 no horário local (18h59 de segunda-feira no horário de Brasília) a uma profundidade de dez quilômetros. O epicentro foi no litoral de Fukushima, a cerca de 200 quilômetros da capital japonesa, Tóquio, onde o tremor também foi sentido, segundo informa a imprensa local. As autoridades japonesas emitiram um pedido de evacuação, alertando para a chegada de um tsunami com ondas de até três metros de altura na costa de Fukushima e de até um metro em praticamente todo o litoral leste do Japão. "Evacue imediatamente das regiões costeiras para um local seguro, como um terreno elevado. Não deixe áreas seguras até que o alerta seja retirado", diz a JMA. Os serviços de trem do leste do país foram suspensos após o terremoto, e ainda não houve registro de incidentes de grandes proporções devido ao tremor, informou a agência de notícias Kyodo. As usinas nucleares que ficam em áreas afetadas pelo tremor, incluindo a de Fukushima, não relataram incidentes, segundo afirmou a emissora pública de televisão NHK. Em 11 de março de 2011, um violento terremoto de magnitude 9 e um posterior tsunami deixaram mais de 18 mil mortos na região japonesa, atingindo ainda as usinas nucleares locais, o que gerou vazamento de elementos radioativos e forçou a evacuação de milhares de pessoas nos arredores. Este artigo está sendo constantemente atualizado. EK/ap/lusa/efe/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos