Corpos de vítimas de acidente aéreo chegam a Chapecó

Aeronaves da FAB chegam à cidade catarinense com corpos de jogadores, dirigentes e membros da comissão técnica da Chapecoense mortos em acidente aéreo na Colômbia. Temer participará de velório coletivo.Os caixões contendo os corpos dos jogadores, dirigentes e membros da comissão técnica da Chapecoense mortos em um acidente de avião na Colômbia foram desembarcados dos aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) no aeroporto de Chapecó com honras fúnebres neste sábado (03/12). Os 50 caixões, cobertos com uma bandeira branca com o escudo verde do clube, foram recebidos no aeroporto Serafim Enoss Bertaso de Chapecó, com honras militares e salvas de tiros por parte dos soldados. Os caixões foram desembarcados das aeronaves por membros da FAB, que formaram na pista do aeroporto um corredor em honra às vítimas do fatal acidente no qual morreram 71 pessoas, entre elas a maioria jogadores do clube. O primeiro dos dois aviões da FAB procedentes de Medellín com os caixões dos jogadores aterrissou no aeroporto de Chapecó às 9h30 local, após fazer uma escala técnica em Manaus. O presidente Michel Temer; o embaixador da Colômbia, Alejandro Borda; autoridades locais e familiares das vítimas esperavam os caixões no aeroporto de Chapecó. A cidade de pouco mais de 200 mil habitantes segue comovida após o trágico acidente ocorrido na noite de segunda-feira próximo ao aeroporto de Medellín. Os brasileiros mortos no acidente são 19 jogadores da Chapecoense; 25 dirigentes, membros da comissão técnica e convidados do clube, assim como 20 jornalistas. A Chapecoensem disputaria na última quarta-feira a final da Copa Sul-Americana em Medellín, contra o Atlético Nacional da Colômbia. Após honras militares no aeroporto, começou o cortejo fúnebre até a Arena Condá, onde os corpos dos jogadores e membros do clube são aguardados por milhares de pessoas. Quatro caminhões levam os corpos até o estádio. Temer assistirá ao velório coletivo, apesar de a informação inicial do Palácio do Planalto ser de que Temer iria apenas ao aeroporto. Desde as primeiras horas da manhã, centenas de torcedores se concentram nos arredores do estádio, apesar da chuva, para se despedirem de seus ídolos. Desde a última terça-feira, os arredores da Arena Condá se transformaram num memorial improvisado, onde amigos e moradores colocam mensagens de agradecimento aos jogadores que levaram o clube de Santa Catarina à sua primeira final internacional. CA/efe/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos