Verdes mudam de tática sobre recontagem de votos na Pensilvânia

Jill Stein, candidata do Partido Verde na última eleição nos EUA, levará pedido de reavaliação do resultado eleitoral no estado à corte federal. "Estamos comprometidos com esta luta", diz advogado.Após anunciar que retiraria candidata do Partido Verde às eleições americanas, Jill Stein, retirou neste sábado (03/12) seu pedido por uma recontagem dos votos no estado da Pensilvânia. Pelo Twitter, a política verde explicou que esse processo de reavaliação do resultado eleitoral seria muito dispendioso. Inicialmente, Stein entrou com pedido de recontagem tanto na Pensilvânia quanto em Michigan e Wisconsin, estados onde o presidente eleito americano, Donald Trump, obteve uma vitória bastante apertada. Agora, Stein dá um passo atrás pelo menos na Pensilvânia. Em carta ao tribunal responsável, ela apontou que os apoiadores de sua proposta seriam "cidadãos normais com meios financeiros normais" e que "eles não podem arcar com a soma de um milhão de dólares exigida pela Justiça." Mais tarde, ela escreveu no Twitter: "A recontagem 2016 é muito cara, porque os representantes eleitos sempre se negaram a investir num sistema eleitoral compatível com o século 21." CA/efe/lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos