Bernard Cazeneuve é nomeado primeiro-ministro da França

Ministro do Interior assume cargo até então ocupado por Manuel Valls, que anunciou renúncia para concorrer à presidência. Cazeuneve atua no governo desde 2012 e é aliado próximo de Hollande.O presidente francês, François Hollande, nomeou nesta terça-feira (06/12) Bernard Cazeneuve como primeiro-ministro da França. O cargo era até então ocupado por Manuel Valls, que anuciou nesta segunda-feira sua renúncia para concorrer às eleições presidencias do ano que vem. Cazeneuve, que até agora estava à frente do Ministério do Interior, foi apontado para o cargo minutos depois de Valls deixar o Palácio do Eliseu, onde se reuniu com Hollande para apresentar sua demissão. "Manuel Valls se demitiu, e o presidente nomeou Bernard Cazeneuve como novo primeiro-ministro", disse à agêcia Efe um porta-voz da presidência. Cazeneuve, de 53 anos, é um dos amigos mais leais de Hollande. Ele entrou no governo em 2012, como encarregado de Assuntos Europeus. No ano seguinte, foi nomeado como ministro da Fazenda. Em abril de 2014, Cazeneuve assumiu o cargo de ministro do Interior, que antes era ocupado por Valls. Eleições do Partido Socialista Ao abrir mão do cargo para disputar as eleições presidenciais da França em 2017, Valls pôs fim a especulações sobre sua provável candidatura pelo Partido Socialista. Na semana passada, o também socialista Hollande anunciou que não se candidataria a um novo mandato. As primárias do Partido Socialista serão realizadas em dois turnos, em janeiro do ano que vem, para eleger um candidato à eleição presidencial. Esta está marcada para abril e maio do ano que vem. Valls, de 54 anos, representa um socialismo mais liberal, e, por isso, deve enfrentar resistência da ala mais esquerdista do partido. Em 2012, ele foi nomeado como ministro do Interior e, dois anos depois, tornou-se premiê. Outros sete políticos anunciaram candidatura às eleições primárias socialistas, entre eles o ex-ministro Arnaud Montebourg. O candidato socialista que vencer nas primárias deverá enfrentar o conservador François Fillon, que derrotou o ex-presidente Nicolas Sarkozy nas primárias, e a populista de direita Marine Le Pen, da Frente Nacional. Até o momento, pesquisas apontam Fillon e Le Pen como favoritos. IP/efe/rtr/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos