Vitória em Aleppo seria "grande passo", diz Assad

Em entrevista a jornal, presidente sírio ressalta importância estratégica de retomar leste da cidade, bastião dos rebeldes desde 2012. Líder descarta possibilidade de cessar-fogo.Uma vitória em Aleppo seria "um grande passo" rumo ao fim da guerra civil na Síria, disse o presidente Bashar al-Assad. Em entrevista publicada nesta quinta-feira (08/12) pelo jornal estatal Al-Watan, o líder sírio rejeitou, contudo, a possibilidade de um cessar-fogo na cidade, que há três semanas é alvo de uma grande ofensiva do governo e aliados. Ao diário, Assad disse que a batalha por Aleppo irá mudar os rumos do conflito. "Será uma vitória para nós, mas sejamos realistas: isso não vai significar o fim da guerra na Síria", avaliou. "Mas será um grande passo nesse sentido." Questionado sobre uma possibilidade de trégua na cidade, ele foi categórico: "É praticamente inexistente, é claro." Para o presidente sírio, uma derrota dos rebeldes em Aleppo "irá significar a transformação do curso" da guerra no país. Ele se disse ainda comprometido com o combate da insurgência para além da cidade estratégica, pois "a guerra na Síria não irá acabar até a completa eliminação do terrorismo". "Terroristas estão presentes em outros lugares. Mesmo se colocarmos um fim em Aleppo, continuaremos nossa guerra contra eles", prometeu. Desde o início da atual ofensiva, que conta com o apoio da aliada Rússia, o regime de Assad já recuperou cerca de 80% do leste de Aleppo, que desde 2012 é bastião dos rebeldes. Dezenas de milhares de pessoas foram desalojadas da cidade, antigo centro cultural e comercial. "A decisão de liberar a Síria foi tomada, e isso inclui Aleppo", reiterou o presidente sírio. IP/ap/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos