Mais de mil atletas russos envolvidos em doping estatal, afirma relatório

Segunda parte do documento independente elaborado a pedido da Agência Mundial Antidoping (Wada) revela "acobertamento" e "conspiração institucional e organizada em busca de medalhas$escape.getQuote().Mais de mil atletas russos de 30 modalidades diferentes se envolveram ou se beneficiaram de práticas de doping patrocinadas pelo governo da Rússia entre 2011 e 2015, revelou nesta sexta-feira (09/12) a segunda e última parte do relatório McLaren, elaborado a pedido da Agência Mundial Antidoping (Wada). Conforme o documento independente, os testes forenses são "conclusivos". "Podemos confirmar o que anunciamos no primeiro relatório: aconteceu um acobertamento, que começou pelo menos em 2011 e seguiu até depois dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi. Um acobertamento que evoluiu de um caos descontrolado a uma conspiração institucional e organizada em busca de medalhas", afirmou o professor Richard McLaren, da Western University do Canadá. A investigação revelou que a conspiração contou com o apoio de autoridades do Ministério do Esporte, da agência local antidoping e do Centro de Preparação das Equipes Nacionais. O documento cita os nomes de quatro medalhistas dos Jogos Olímpicos de 2014, em Sochi, e cinco dos de Londres, disputados em 2012. O sistema governamental também teria sido mantido em prática durante o Campeonato Mundial de Atletismo de 2013. "O desejo de ganhar medalhas suplantou a moral coletiva, a ética e os valores olímpicos da competição leal. É impossível saber até onde remonta essa conspiração e quantas pessoas estão envolvidas", relatou o pesquisador. A primeira parte do relatório McLaren, divulgado em julho, já revelava doping generalizado no esporte russo com patrocínio do Estado, que ocultara centenas de testes positivos às vésperas dos Jogos de Sochi. A revelação levou ao banimento parcial de atletas russos da Rio 2016, em agosto. IP/rtr/efe/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos