Pequim emite segundo alerta vermelho por poluição do ar

A partir desta sexta-feira, entrará em vigor uma série de restrições no trânsito e no funcionamento de indústrias, empresas e escolas. Metade dos carros particulares não poderá circular.Pequim emitiu pela segunda vez na história um alerta vermelho por causa do alto nível de poluição do ar na cidade, devido ao acumulo de gases poluentes. O anúncio foi feito pelo órgão de proteção ambiental da capital chinesa nesta quinta-feira (15/12), que afirmou que o alerta se estenderá por cinco dias, a partir da noite desta sexta. Com a medida, entrará em vigor um sistema de rodízio de carros e uma série de restrições. A partir das 20h de sexta, metade dos carros particulares de Pequim não poderá circular. Além disso, as obras de construção civil serão interrompidas, e algumas indústrias e empresas vão limitar ou interromper a sua produção. Por causa do alto nível de poluição no ar, o governo também diz que "as empresas e as instituições públicas podem ajustar o tempo de trabalho ou pedir aos funcionários que trabalhem em home office". Outra recomendação foi para os jardins de infância, escolas primárias e secundárias, que "podem trabalhar em horários flexíveis ou fechar", informou o governo. Alerta O primeiro alerta vermelho por causa da qualidade do ar em Pequim foi lançado em dezembro de 2015, depois de o governo ter adotado uma escala de cores – sendo a vermelha mais grave – para monitorar a degradação ambiental deixada por décadas de crescimento econômico. Um alerta vermelho é emitido quando se estima que um nevoeiro de poluição dure mais de 72 horas. Desde fevereiro, a China estabeleceu o limiar de alertas vermelhos a uma média mais alta do índice diário de qualidade do ar (AQI). Alertas vermelhos são emitidos agora quando o AQI for superior a 200 por mais de quatro dias, ultrapassar 300 por mais de dois dias ou ultrapassar 500 por pelo menos 24 horas. Segundo órgão de proteção ambiental, grande parte das emissões de gases poluentes da China vem da queima de carvão para eletricidade e aquecimento, que é maior quando a demanda aumenta no inverno. TMS/rtr/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos