+ Passageiro na cabine do caminhão foi morto a tiros; siga ao vivo +

Motorista é detido e levado para sede da Procuradoria. Ele seria um refugiado de 23 anos. O outro homem na cabine do caminhão era polonês e foi morto a tiros. Polícia trata o caso como atentado terrorista.Pressione Ctrl+ F5 para atualizar Um caminhão invadiu uma calçada e avançou contra um mercado natalino nesta segunda-feira, em Berlim. Segundo a polícia, ao menos 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas. O incidente ocorreu no mercado natalino na praça de Breitscheidplatz, no bairro de Charlottenburg, por volta das 20h (horário local). As principais informações até o momento:

Na noite desta segunda-feira, um caminhão avançou contra um mercado natalino em Berlim.

Ao menos 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas, algumas em estado grave.

A polícia fala em ataque intencional e assume que se trata de terrorismo.

O suspeito de ser o motorista foi capturado, e um segundo homem dentro da cabine do caminhão, de nacionalidade polonesa, morreu no local.

O caminhão tem placas da Polônia. Segundo relatos, a polícia trabalha com a hipótese de que ele tenha sido roubado.

O dono do caminhão confirmou o desaparecimento de seu motorista.

O principal suspeito seria um refugiado que morava num abrigo de Berlim As autoridades estão investigando o caso como um ataque terrorista. O motorista foi capturado a dois quilômetros da feira de Natal. Uma segunda pessoa que estava na cabine do caminhão morreu. Ela tinha a nacionalidade polonesa. O caminhão invadiu a calçada em frente à Igreja Gedächtniskirche. Um vídeo via Facebook Live do diário local Berliner Morgenpost mostra barracas do mercado natalino destruídas e, ao fundo, o som de numerosas sirenes de carros policiais. Autoridades fecharam a rua, evacuaram o mercado natalino e bloquearam diversos acessos ao local. Pressione Ctrl+ F5 para atualizar ---------------------------- 10:20 – A operação policial de busca no abrigo de refugiados de Tempelhof, em Berlim, já acabou, segundo um porta-voz do órgão estadual responsável pelo atendimento aos refugiados. Ele disse que a operação começou às 3h e terminou às 8h e transcorreu de forma pacífica. Cerca de 250 policiais estiveram no local. Ninguém foi detido. Quatro refugiados, todos homens com idades aproximadas entre os 25 e os 30 anos, foram interrogados. ---------------------------- 10:15 – A emissora ARD informa, citando fontes policiais, que o polonês que estava na cabine do caminhão foi morto a tiros. Também segundo a ARD, o motorista do caminhão foi levado para a cidade de Karlsruhe, onde fica a sede da Procuradoria Federal da Alemanha, responsável pelas investigações do caso. ---------------------------- 09:50 – O jornal Die Welt noticiou que um homem perseguiu o motorista do caminhão quando este deixou a cabine e correu na direção do parque Tiergarten, o maior de Berlim. Este homem, cuja identidade não foi revelada, manteve contato com a polícia pelo celular enquanto corria atrás do suspeito, informando sobre a localização deste. Ele relatou que se manteve a uma distância segura do suspeito, que acabou sendo detido, graças às informações, perto da Coluna da Vitória, a dois quilômetros da feira de Natal. ---------------------------- 09:20 – Uma unidade especial da polícia antissequestro e antiterrorismo alemã (SEK) fez buscas no abrigo de refugiados localizado no antigo aeroporto de Tempelhof, em Berlim, na madrugada desta terça-feira (20/12), informaram o jornal Die Welt e a emissora ARD. A informação não foi confirmada pela polícia, que também não divulgou a motivação nem os objetivos da operação. Em Tempelhof está o maior abrigo de refugiados da capital alemã, com capacidade para até 2.000 pessoas. Segundo a agência de notícias DPA, que cita fontes policiais, o motorista do caminhão que, nesta segunda-feira, avançou contra um mercado de natal, matando 12 pessoas e ferindo 48, chegou à Alemanha em fevereiro, pela chamada rota dos Bálcãs, como refugiado. As mesmas fontes policiais disseram que ele morava num abrigo para refugiados de Berlim. A identidade do principal suspeito é desconhecida. Segundo a emissora berlinense RBB, ele é paquistanês e chegou em dezembro de 2015 à Alemanha. O Welt também noticiou que ele é paquistanês e acrescentou que tem 23 anos. O registro dele teria ocorrido na cidade de Passau, no sul do país. O suspeito seria conhecido da polícia por cometer pequenos delitos. A DPA afirmou que ele usava várias identidades. ---------------------------- 03:00 – "Todas as medidas policiais em relação ao presumível atentado terrorista na Breitscheidplatz correm sob alta pressão e a cautela necessária", publicou a polícia de Berlim no Twitter. ---------------------------- 02:51 – Pelo Twitter, a polícia de Berlim afirma acreditar que o caminhão tenha sido jogado contra a multidão intencionalmente. ---------------------------- 01:44 – Segundo a polícia, o homem encontrado morto dentro do caminhão não era o motorista do veículo. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 01:33 – O secretário do Interior da Renânia do Norte-Vestfália, Ralf Jäger, disse que, segundo as informações divulgadas até o momento, o incidente em Berlim seria um atentado e, por isso, a segurança foi reforçada no seu estado. ---------------------------- 00:34 - Imagem aérea do local da tragédia. ---------------------------- 00:15 – O que se sabe até agora sobre a tragédia em Berlim: Um caminhão invadiu uma calçada e avançou contra um mercado natalino na praça de Breitscheidplatz, no bairro de Charlottenburg, por volta das 20h (horário local). Segundo a polícia, ao menos 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas. O suspeito de ter conduzido o caminhão foi detido pela polícia a dois quilômetros do local da tragédia. Segundo a imprensa local, ele seria paquistanês ou afegão e teria chegado à Alemanha em fevereiro como refugiado. A polícia não confirmou essa informação, porém, disse que o outro homem que estava no veículo morreu no local e era polonês. A polícia suspeita que o caminhão, com placa polonesa, tenha sido furtado. Segundo o diretor da transportadora, o veículo, com apenas um motorista, estaria fazendo um trajeto da Itália para Berlim, onde entregaria uma carga de aço. O último contato com o motorista teria ocorrido ao meio-dia, uma tentativa de contato foi feita às 16h, mas o funcionário não respondeu. O caminhão no local da tragédia estaria carregado com aço. ---------------------------- As autoridades ainda não divulgaram a nacionalidade das vítimas e também não confirmaram se a tragédia foi um ataque terrorista. 23:54 – Segundo a agência de notícias alemã DPA, o detido seria paquistanês ou afegão. Ele teria usado nomes falsos. De acordo com um porta-voz da polícia, o suspeito fugiu logo após a tragédia e foi preso próximo à Coluna da Vitória, localizada a cerca de dois quilômetros do local do incidente. ---------------------------- 23:39 – Polícia confirma que homem encontrado morto dentro do caminhão era polonês. ---------------------------- 23:26 – Segundo um portal de notícias da Polônia, o diretor da empresa dona do caminhão afirmou que o veículo, que deveria ter ficado estacionado, esperando para ser carregado nesta terça-feira, foi ligado várias vezes nesta segunda-feira. "Como se alguém estivesse treinando para dirigi-lo", contou Lukasz Wasik. Segundo os dados do GPS, o caminhão foi ligado às 15h44 (horário local), depois às 16h52 e novamente às 17h37. O veículo, no entanto, foi colocado em movimento apenas às 19h34. ---------------------------- 23:07 – Sobe para 12 o número de mortos em tragédia, afirma polícia alemã. O número de feridos é 48, alguns em estado grave. ---------------------------- 23:00 – O presidente François Hollande afirmou que a França também está de luto pela tragédia na Alemanha. No Twitter, o líder francês expressou a sua solidariedade aos alemães e às famílias das vítimas. ---------------------------- 22:48 – O mercado natalino na Breitscheidplatz é frequentado principalmente por turistas que visitam a região. ---------------------------- 22:32 – Segundo a agência de notícias alemã dpa, o suspeito de dirigir o caminhão que invadiu o mercado de Natal teria entrado na Alemanha como refugiado. ---------------------------- 22:05 – Polícia pede ajuda à população, quem tem imagens da tragédia deve enviá-las às autoridades pelo link: bka-hinweisportal.de ---------------------------- 21:46 – Segundo a imprensa local, o motorista seria paquistanês e estaria na Alemanha desde 2016. A polícia não confirmou ainda a identidade do suspeito. ---------------------------- 21:30 – Em sua conta no Twitter, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, condenou os ataques terroristas na Turquia, Suíça e Alemanha e afirmou que a situação fica cada vez pior. ---------------------------- 21:25 – Polícia suspeita que caminhão foi roubado de uma obra na Polônia. ---------------------------- 21:13 - Em entrevista à emissora estatal ARD, o ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, afirmou que os motivos seguem incertos, mas sinalizou que a tragédia pode ter sido um ataque terrorista. "Não quero ainda colocar a palavra 'ataque' em minha boca, apesar dos muitos indícios", disse o ministro. O suspeito está sendo interrogado. ---------------------------- 21:07 - A polícia de Berlim acaba de informar que o item suspeito encontrado na rua Rankestrasse foi um alarme falso. O item era um saco de dormir. ---------------------------- 20:58 - A França reforçou, prontamente, a segurança nos mercados de Natal, comunicou o ministro do Interior francês, Bruno Le Roux. As cenas em Berlim lembram o ataque na cidade francesa de Nice, em julho, quando um extremista tunisiano atropleou uma multidão matando 86 pessoas. ---------------------------- 20:52 - As repórteres da DW Brasil Clarissa Neher e Isadora Pamplona estiveram no local do incidente emostra os arredores da igreja Gedächtniskirche em Berlim. Confira as imagens: -------------------------------- 20:47 - Porta-voz da polícia de Berlim confirmou que a nacionalidade do homem que estava dentro da cabine do caminhão e morreu é polonesa. A nacionalidade do suspeito de ser o motorista ainda é incerta. -------------------------------- 20:44 - "Os Estados Unidos condenam nos termos mais fortes o que parece ter sido um ataque terrorista em um mercado de Natal em Berlim, na Alemanha, que matou e feriu dezenas", disse o porta-voz da Casa Branca, Ned Price. "A Alemanha é um dos nossos parceiros mais próximos e fortes aliados, e estamos juntos com Berlim na luta contra todos aqueles que visam nosso modo de vida e ameaçam nossas sociedades. Estamos em contato com autoridades alemãs, e estamos prontos para prestar ajuda e investigar esse terrível incidente." ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:37 - A polícia de Berlim comunicou ter bloqueado a rua Rankenstrasse, após descoberta de um "item suspeito". ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:29 - O departamento policial de Berlim, o prefeito da cidade, Michael Müller, e o secretário do Interior de Berlim, Andreas Geisel, trarão mais informações sobre o desenvolvimento das investigações numa coletiva de imprensa agendada para as 13h (horário local) desta terça-feira. ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:24 - Imagens das repórteres da DW Brasil Clarissa Neher e Isadora Pamplona do local da tragédia. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:17 - O tabloide alemão Bild publicou que a polícia alemã trabalha com a hipótese de que o caminhão possa ter sido roubado. ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:16 - O suspeito capturado é provavelmente o condutor do caminhão, segundo comunicado feito pelo porta-voz da polícia berlinense, Thomas Neuendorf. Porém, ainda não está claro se o incidente foi um acidente ou um ataque. Não há evidências que apontem para nenhum dos lados. As investigações estão em curso. Neuendorf confirmou que o caminhão possui placa polonesa. ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:11 - Também o presidente da Alemanha, Joachim Gauck, mostrou-se abalado. "Esta é uma noite ruim para Berlim e nosso país. E, assim como inúmeras pessas, estou muito abalado", disse. ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:02 - As repórteres da DW Brasil Clarissa Neher e Isadora Pamplona estiveram no local do incidente e trazem informações diretamente do mercado de Natal. Confira as imagens: -------------------------------- 19:54 - De acordo com o dono da empresa polonesa de logística, Ariel Zurawski, não houve mais contato desde as 16 horas com o motorista. Ele é primo do dono da empresa e, desde então, não atendeu mais o telefone. Os caminhões transportavam armações de aço da Itália. A carga seria descarregada em Berlim na terça-feira. O dono da empresa acredita que o caminhão foi sequestrado. -------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:39 - O ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, comunicou estar em constante troca de informações com agentes de segurança do estado de Berlim e que ofereceu seu apoio à Polícia Federal. Cauteloso, o ministro falou de um "incidente" e evitou usar o termo "ataque". --------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:31 - Prefeito de Berlim, Michael Müller, comunicou que a situação na cidade está sob controle e que os hospitais estão preparados para receber os vários feridos. "Nosso pensamentos estão com as vítimas e os feridos", disse Müller, que esteve no local. ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:16 - "Ouvi um grande estrondo, e depois um monte de gritos e, de repente, muitas pessoas estavam deitadas pelo chão", disse Khalid, uma testemunha do incidente, em entrevista à DW. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:13 - Segundo a agência de notícias AFP, o caminhão tem placa polonesa. E a emissora estatal ARD divulgou que o rebocador foi alugado na Polônia. -------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:11 - Polícia de Berlim comunica que não há indicações de outros perigos iminentes na capital alemã. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:06 - "Estamos em luto pelos mortos e esperamos que os muitos feridos possam ser ajudados", publicou Steffen Seibert, porta-voz da chanceler federal alemã, Angela Merkel, em seu Twitter. Ele informou também que Merkel está em contato com o prefeito de Berlim, Michael Müller, e com o ministro do Interior, Thomas de Maizière. ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 18:58 - Autoridades alemãs pedem que os cidadãos de Berlim permaneçam em suas casas e que evitem disseminar boatos. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 18:54 - Outra imagem do caminhão. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 18:45 - A emissora estatal alemã ARD noticiou que o motorista foi preso e que uma segunda pessoa que estava dentro da cabine do caminhão morreu. Informação é confirmada pela polícia local. ------------------------------------------------------------------------------------------------ ------------------------------------------------------------------------------------------------ 18:38 - Um suspeito foi detido pela polícia da capital alemã, segundo divulgação informações da própria polícia berlinense. ------------------------------------------------------------------------------------------------ 18:31 - Twitter da polícia de Berlim confirma a morte de ao menos nove pessoas. ----------------------------------------------------------------------------------------------- 18:25 - Imagens divulgadas na página do Facebook do diário local Berliner Morgeponst mostram barracas destruídas e o caminhão parado na calçada. PV/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos