+ Polícia pode ter prendido homem errado; siga ao vivo +

Motorista é detido e levado para sede da Procuradoria. Ele seria um refugiado de 23 anos. O outro homem na cabine do caminhão era polonês e foi morto a tiros. Polícia trata o caso como atentado terrorista.Pressione Ctrl+ F5 para atualizar Um caminhão invadiu uma calçada e avançou contra um mercado natalino nesta segunda-feira, em Berlim. Segundo a polícia, ao menos 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas. O incidente ocorreu no mercado natalino na praça de Breitscheidplatz, no bairro de Charlottenburg, por volta das 20h (horário local). As principais informações até o momento:

Na noite desta segunda-feira, um caminhão avançou contra um mercado natalino em Berlim.

Ao menos 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas, algumas em estado grave.

A polícia fala em ataque intencional e assume que se trata de terrorismo.

O suspeito de ser o motorista foi capturado. Ele é um refugiado paquistanês de 23 anos. Um segundo homem dentro da cabine do caminhão, de nacionalidade polonesa, foi morto a tiros no local.

O caminhão tem placas da Polônia. Segundo relatos, a polícia trabalha com a hipótese de que ele tenha sido roubado. As autoridades estão investigando o caso como um ataque terrorista. O motorista foi capturado a dois quilômetros da feira de Natal. Uma segunda pessoa que estava na cabine do caminhão morreu. Ela tinha a nacionalidade polonesa e era motorista da transportadora a quem pertencia o caminhão. O caminhão invadiu a calçada em frente à Igreja Gedächtniskirche. Um vídeo via Facebook Live do diário local Berliner Morgenpost mostra barracas do mercado natalino destruídas e, ao fundo, o som de numerosas sirenes de carros policiais. Autoridades fecharam a rua, evacuaram o mercado natalino e bloquearam diversos acessos ao local. Pressione Ctrl+ F5 para atualizar ---------------------------- 13:50 – O jornal Die Welt, citando fontes policiais berlinenses, informou que a polícia da capital alemã já considera a possibilidade de ter prendido o homem errado. O principal suspeito do atentado com um caminhão negou envolvimento no caso. Ele é um refugiado paquistanês, segundo as autoridades. Ele seria o condutor do veículo no momento do ataque. ---------------------------- 13:00 – O ministro alemão do Interior, Thomas de Maizière, confirmou que o principal suspeito é paquistanês e entrou como refugiado na Alemanha em 31 de dezembro. Análise do pedido de refúgio dele ainda não foi concluída porque tentativas de entrevistá-lo não se concretizaram. ---------------------------- 12:30 – Oito pessoas continuam internadas na UTI do hospital Charité, em Berlim, com ferimentos graves. Há mais seis pessoas sendo atendidas, também com ferimentos graves. Ao todo, 16 pessoas atropeladas por um caminhão numa feira de Natal em Berlim deram entrada no Charité. Duas faleceram. ---------------------------- 12:20 – Segundo a agência de notícias DPA, o principal suspeito entrou na Alemanha por Passau, no sul do país, em 31 de dezembro de 2015, como refugiado. Ele fazia parte de um grupo de 15 pessoas. Em 19 de fevereiro, ele requereu refúgio em Berlim, afirma a agência, que cita fontes da segurança alemã. ---------------------------- 11:15 – O dono da transportadora polonesa que era proprietária do caminhão identificou a pessoa morta encontrada na cabine como sendo o seu primo e um dos seus motoristas. Ele disse ter visto uma foto. Ele falou à televisão polonesa. ---------------------------- 10:20 – A operação policial de busca no abrigo de refugiados de Tempelhof, em Berlim, já acabou, segundo um porta-voz do órgão estadual responsável pelo atendimento aos refugiados. Ele disse que a operação começou às 3h e terminou às 8h e transcorreu de forma pacífica. Cerca de 250 policiais estiveram no local. Ninguém foi detido. Quatro refugiados, todos homens com idades aproximadas entre os 25 e os 30 anos, foram interrogados. ---------------------------- 10:15 – A emissora ARD informa, citando fontes policiais, que o polonês que estava na cabine do caminhão foi morto a tiros. Também segundo a ARD, o motorista do caminhão foi levado para a cidade de Karlsruhe, onde fica a sede da Procuradoria Federal da Alemanha, responsável pelas investigações do caso. ---------------------------- 09:50 – O jornal Die Welt noticiou que um homem perseguiu o motorista do caminhão quando este deixou a cabine e correu na direção do parque Tiergarten, o maior de Berlim. Este homem, cuja identidade não foi revelada, manteve contato com a polícia pelo celular enquanto corria atrás do suspeito, informando sobre a localização deste. Ele relatou que se manteve a uma distância segura do suspeito, que acabou sendo detido, graças às informações, perto da Coluna da Vitória, a dois quilômetros da feira de Natal. ---------------------------- 09:20 – Uma unidade especial da polícia antissequestro e antiterrorismo alemã (SEK) fez buscas no abrigo de refugiados localizado no antigo aeroporto de Tempelhof, em Berlim, na madrugada desta terça-feira (20/12), informaram o jornal Die Welt e a emissora ARD. A informação não foi confirmada pela polícia, que também não divulgou a motivação nem os objetivos da operação. Em Tempelhof está o maior abrigo de refugiados da capital alemã, com capacidade para até 2.000 pessoas. Segundo a agência de notícias DPA, que cita fontes policiais, o motorista do caminhão que, nesta segunda-feira, avançou contra um mercado de natal, matando 12 pessoas e ferindo 48, chegou à Alemanha em fevereiro, pela chamada rota dos Bálcãs, como refugiado. As mesmas fontes policiais disseram que ele morava num abrigo para refugiados de Berlim. A identidade do principal suspeito é desconhecida. Segundo a emissora berlinense RBB, ele é paquistanês e chegou em dezembro de 2015 à Alemanha. O Welt também noticiou que ele é paquistanês e acrescentou que tem 23 anos. O registro dele teria ocorrido na cidade de Passau, no sul do país. O suspeito seria conhecido da polícia por cometer pequenos delitos. A DPA afirmou que ele usava várias identidades. ---------------------------- 03:00 – "Todas as medidas policiais em relação ao presumível atentado terrorista na Breitscheidplatz correm sob alta pressão e a cautela necessária", publicou a polícia de Berlim no Twitter. ---------------------------- 02:51 – Pelo Twitter, a polícia de Berlim afirma acreditar que o caminhão tenha sido jogado contra a multidão intencionalmente. ---------------------------- 01:44 – Segundo a polícia, o homem encontrado morto dentro do caminhão não era o motorista do veículo. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 01:33 – O secretário do Interior da Renânia do Norte-Vestfália, Ralf Jäger, disse que, segundo as informações divulgadas até o momento, o incidente em Berlim seria um atentado e, por isso, a segurança foi reforçada no seu estado. ---------------------------- 00:34 - Imagem aérea do local da tragédia. ---------------------------- 00:15 – O que se sabe até agora sobre a tragédia em Berlim: Um caminhão invadiu uma calçada e avançou contra um mercado natalino na praça de Breitscheidplatz, no bairro de Charlottenburg, por volta das 20h (horário local). Segundo a polícia, ao menos 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas. O suspeito de ter conduzido o caminhão foi detido pela polícia a dois quilômetros do local da tragédia. Segundo a imprensa local, ele seria paquistanês ou afegão e teria chegado à Alemanha em fevereiro como refugiado. A polícia não confirmou essa informação, porém, disse que o outro homem que estava no veículo morreu no local e era polonês. A polícia suspeita que o caminhão, com placa polonesa, tenha sido furtado. Segundo o diretor da transportadora, o veículo, com apenas um motorista, estaria fazendo um trajeto da Itália para Berlim, onde entregaria uma carga de aço. O último contato com o motorista teria ocorrido ao meio-dia, uma tentativa de contato foi feita às 16h, mas o funcionário não respondeu. O caminhão no local da tragédia estaria carregado com aço. ---------------------------- As autoridades ainda não divulgaram a nacionalidade das vítimas e também não confirmaram se a tragédia foi um ataque terrorista. 23:54 – Segundo a agência de notícias alemã DPA, o detido seria paquistanês ou afegão. Ele teria usado nomes falsos. De acordo com um porta-voz da polícia, o suspeito fugiu logo após a tragédia e foi preso próximo à Coluna da Vitória, localizada a cerca de dois quilômetros do local do incidente. ---------------------------- 23:39 – Polícia confirma que homem encontrado morto dentro do caminhão era polonês. ---------------------------- 23:26 – Segundo um portal de notícias da Polônia, o diretor da empresa dona do caminhão afirmou que o veículo, que deveria ter ficado estacionado, esperando para ser carregado nesta terça-feira, foi ligado várias vezes nesta segunda-feira. "Como se alguém estivesse treinando para dirigi-lo", contou Lukasz Wasik. Segundo os dados do GPS, o caminhão foi ligado às 15h44 (horário local), depois às 16h52 e novamente às 17h37. O veículo, no entanto, foi colocado em movimento apenas às 19h34. ---------------------------- 23:07 – Sobe para 12 o número de mortos em tragédia, afirma polícia alemã. O número de feridos é 48, alguns em estado grave. ---------------------------- 23:00 – O presidente François Hollande afirmou que a França também está de luto pela tragédia na Alemanha. No Twitter, o líder francês expressou a sua solidariedade aos alemães e às famílias das vítimas. ---------------------------- 22:48 – O mercado natalino na Breitscheidplatz é frequentado principalmente por turistas que visitam a região. ---------------------------- 22:32 – Segundo a agência de notícias alemã dpa, o suspeito de dirigir o caminhão que invadiu o mercado de Natal teria entrado na Alemanha como refugiado. ---------------------------- 22:05 – Polícia pede ajuda à população, quem tem imagens da tragédia deve enviá-las às autoridades pelo link: bka-hinweisportal.de ---------------------------- 21:46 – Segundo a imprensa local, o motorista seria paquistanês e estaria na Alemanha desde 2016. A polícia não confirmou ainda a identidade do suspeito. ---------------------------- 21:30 – Em sua conta no Twitter, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, condenou os ataques terroristas na Turquia, Suíça e Alemanha e afirmou que a situação fica cada vez pior. ---------------------------- 21:25 – Polícia suspeita que caminhão foi roubado de uma obra na Polônia. ---------------------------- 21:13 - Em entrevista à emissora estatal ARD, o ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, afirmou que os motivos seguem incertos, mas sinalizou que a tragédia pode ter sido um ataque terrorista. "Não quero ainda colocar a palavra 'ataque' em minha boca, apesar dos muitos indícios", disse o ministro. O suspeito está sendo interrogado. ---------------------------- 21:07 - A polícia de Berlim acaba de informar que o item suspeito encontrado na rua Rankestrasse foi um alarme falso. O item era um saco de dormir. ---------------------------- 20:58 - A França reforçou, prontamente, a segurança nos mercados de Natal, comunicou o ministro do Interior francês, Bruno Le Roux. As cenas em Berlim lembram o ataque na cidade francesa de Nice, em julho, quando um extremista tunisiano atropleou uma multidão matando 86 pessoas. ---------------------------- 20:52 - As repórteres da DW Brasil Clarissa Neher e Isadora Pamplona estiveram no local do incidente emostra os arredores da igreja Gedächtniskirche em Berlim. Confira as imagens: -------------------------------- 20:47 - Porta-voz da polícia de Berlim confirmou que a nacionalidade do homem que estava dentro da cabine do caminhão e morreu é polonesa. A nacionalidade do suspeito de ser o motorista ainda é incerta. -------------------------------- 20:44 - "Os Estados Unidos condenam nos termos mais fortes o que parece ter sido um ataque terrorista em um mercado de Natal em Berlim, na Alemanha, que matou e feriu dezenas", disse o porta-voz da Casa Branca, Ned Price. "A Alemanha é um dos nossos parceiros mais próximos e fortes aliados, e estamos juntos com Berlim na luta contra todos aqueles que visam nosso modo de vida e ameaçam nossas sociedades. Estamos em contato com autoridades alemãs, e estamos prontos para prestar ajuda e investigar esse terrível incidente." ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:37 - A polícia de Berlim comunicou ter bloqueado a rua Rankenstrasse, após descoberta de um "item suspeito". ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:29 - O departamento policial de Berlim, o prefeito da cidade, Michael Müller, e o secretário do Interior de Berlim, Andreas Geisel, trarão mais informações sobre o desenvolvimento das investigações numa coletiva de imprensa agendada para as 13h (horário local) desta terça-feira. ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:24 - Imagens das repórteres da DW Brasil Clarissa Neher e Isadora Pamplona do local da tragédia. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:17 - O tabloide alemão Bild publicou que a polícia alemã trabalha com a hipótese de que o caminhão possa ter sido roubado. ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:16 - O suspeito capturado é provavelmente o condutor do caminhão, segundo comunicado feito pelo porta-voz da polícia berlinense, Thomas Neuendorf. Porém, ainda não está claro se o incidente foi um acidente ou um ataque. Não há evidências que apontem para nenhum dos lados. As investigações estão em curso. Neuendorf confirmou que o caminhão possui placa polonesa. ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:11 - Também o presidente da Alemanha, Joachim Gauck, mostrou-se abalado. "Esta é uma noite ruim para Berlim e nosso país. E, assim como inúmeras pessas, estou muito abalado", disse. ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 20:02 - As repórteres da DW Brasil Clarissa Neher e Isadora Pamplona estiveram no local do incidente e trazem informações diretamente do mercado de Natal. Confira as imagens: -------------------------------- 19:54 - De acordo com o dono da empresa polonesa de logística, Ariel Zurawski, não houve mais contato desde as 16 horas com o motorista. Ele é primo do dono da empresa e, desde então, não atendeu mais o telefone. Os caminhões transportavam armações de aço da Itália. A carga seria descarregada em Berlim na terça-feira. O dono da empresa acredita que o caminhão foi sequestrado. -------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:39 - O ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, comunicou estar em constante troca de informações com agentes de segurança do estado de Berlim e que ofereceu seu apoio à Polícia Federal. Cauteloso, o ministro falou de um "incidente" e evitou usar o termo "ataque". --------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:31 - Prefeito de Berlim, Michael Müller, comunicou que a situação na cidade está sob controle e que os hospitais estão preparados para receber os vários feridos. "Nosso pensamentos estão com as vítimas e os feridos", disse Müller, que esteve no local. ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:16 - "Ouvi um grande estrondo, e depois um monte de gritos e, de repente, muitas pessoas estavam deitadas pelo chão", disse Khalid, uma testemunha do incidente, em entrevista à DW. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:13 - Segundo a agência de notícias AFP, o caminhão tem placa polonesa. E a emissora estatal ARD divulgou que o rebocador foi alugado na Polônia. -------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:11 - Polícia de Berlim comunica que não há indicações de outros perigos iminentes na capital alemã. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 19:06 - "Estamos em luto pelos mortos e esperamos que os muitos feridos possam ser ajudados", publicou Steffen Seibert, porta-voz da chanceler federal alemã, Angela Merkel, em seu Twitter. Ele informou também que Merkel está em contato com o prefeito de Berlim, Michael Müller, e com o ministro do Interior, Thomas de Maizière. ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 18:58 - Autoridades alemãs pedem que os cidadãos de Berlim permaneçam em suas casas e que evitem disseminar boatos. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 18:54 - Outra imagem do caminhão. --------------------------------------------------------------------------------------------------- 18:45 - A emissora estatal alemã ARD noticiou que o motorista foi preso e que uma segunda pessoa que estava dentro da cabine do caminhão morreu. Informação é confirmada pela polícia local. ------------------------------------------------------------------------------------------------ ------------------------------------------------------------------------------------------------ 18:38 - Um suspeito foi detido pela polícia da capital alemã, segundo divulgação informações da própria polícia berlinense. ------------------------------------------------------------------------------------------------ 18:31 - Twitter da polícia de Berlim confirma a morte de ao menos nove pessoas. ----------------------------------------------------------------------------------------------- 18:25 - Imagens divulgadas na página do Facebook do diário local Berliner Morgeponst mostram barracas destruídas e o caminhão parado na calçada. PV/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos