Topo

Suspeito de atentado em Berlim é morto a tiros na Itália

2016-12-23T07:42:00

23/12/2016 07h42

Tunisiano Anis Amri, principal suspeito pelo atentado a feira de Natal, é morto por policiais numa cidade nos arredores de Milão, confirmam autoridades italianas. Identidade dele é confirmada por impressões digitais.O tunisiano Anis Amri, principal suspeito pelo atentado a feira de Natal em Berlim, foi morto durante um tiroteio com policiais na cidade de Sesto San Giovanni, nos arredores de Milão, disseram nesta sexta-feira (23/12) autoridades italianas, confirmando notícia divulgada pela imprensa local minutos antes.Impressões digitais confirmaram a identidade de Amri "sem sombra de dúvida", afirmou o ministro italiano do Interior, Marco Minniti, durante entrevista à imprensa em Roma. O tunisiano era o homem mais procurado da Europa, e sua morte encerra uma busca que já entrava no quarto dia.Segundo as autoridades italianas, Amri foi parado entre as 3h e 3h30 (horário local) por dois policiais num controle de documentos. Ele estava andando sozinho. Ao ser abordado, o jovem puxou uma arma calibre 22 e feriu um dos policiais no ombro. O outro então disparou contra ele, matando-o a tiros. O policial ferido foi levado a um hospital e não corre risco de vida.Segundo o chefe da polícia antiterrorismo, Alberto Nobili, no corpo de Amri foi encontrada uma passagem de trem que pode ajudar a reconstruir os movimentos dele: ele pegou um trem em Chambéry, na França, e foi para Turim, de onde se deslocou para a região de Milão. Ele chegou à estação central de Sesto San Giovani por volta da 1h.Amri morou durante vários anos na Itália, onde também cumpriu pena de prisão, antes de ir para a Alemanha, em julho de 2015. Ele solicitou refúgio no país, mas o pedido foi negado em junho de 2016. Amri não foi deportado por questões burocráticas, e se tornou "tolerado" na Alemanha.O ataque à feira de Natal do bairro Charlottenburg, na noite desta segunda-feira, deixou 12 pessoas mortas e mais de 50 feridos. Um caminhão avançou sobre as barracas da feira. Amri é o principal suspeito de ser o condutor do caminhão. Esta matéria está sendo constantemente alterada. Mais informações em breve...AS/dpa/rtr/afp