EUA dizem não haver dúvidas de que Rússia fez ciberataques

Inteligência americana reafirma que Moscou tentou interferir nas eleições presidenciais para favorecer Trump. Além de ataques cibernéticos, estratégia incluiria propaganda e desinformação.O diretor da Inteligência Nacional dos Estados Unidos (DNI), James Clapper, afirmou nesta quinta-feira (05/01) que não há dúvidas de que a Rússia promoveu ciberataques para tentar interferir nas eleições presidenciais americanas, realizadas em novembro passado. Moscou nega as acusações. O presidente eleito americano, Donald Trump, também pôs em dúvida as conclusões da agência de espionagem dos EUA. Durante audiência no Comitê de Serviços Armados do Senado sobre os ataques atribuídas à Rússia, Clapper afirmou que o país quis interferir nas eleições não só com ciberataques, mas também com propaganda e desinformação para ajudar Trump a vencer as eleições presidenciais. O chefe da DNI destacou que as primeiras conclusões das investigações, divulgadas em outubro, têm agora "mais firmeza". Clapper preferiu não avaliar se a ingerência russa influenciou o resultado das eleições. Numa declaração conjunta entrega ao comitê, Clapper, o subsecretário de Defesa para Inteligência, Marcel Lettre, e o diretor da Agência de Segurança Nacional (NSA), Mike Rogers, afirmam que a Rússia é um "ator cibernético" que representa uma "grande ameaça" ao governo e à infraestrutura militar, diplomática e comercial dos EUA. "Avaliamos que só funcionários do mais alto escalão na Rússia poderiam ter autorizado os recentes roubos e revelações centrados nas eleições", afirmaram. Na semana passada, o presidente Barack Obama impôs sanções diplomáticas e econômicas à Rússia em represália aos ciberataques. Trump irá se reunir nesta sexta-feira com responsáveis da CIA, FBI e DNI para tomar conhecimento sobre detalhes da espionagem russa. KG/efe/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos