Moraes autoriza ajuda federal a presídios de AM, RO e MT

Ministro da Justiça anuncia envio de equipamentos e agentes penitenciários federais a estados para conter rebeliões em presídios. Em uma semana, quase cem presos foram mortos no Amazonas e Roraima.O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, autorizou neste domingo (08/01) o envio de ajuda federal na área de segurança para os estados do Amazonas, Rondônia e Mato Grosso. Os pedidos foram feitos pelos governos dos estados para conter o caos no sistema prisional. Os governos de Rondônia e do Mato Grosso vão receber equipamentos de segurança e armamentos. O governo do Amazonas vai receber equipamentos de varredura do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), que também vai disponibilizar temporariamente agentes penitenciários federais "para auxiliar as autoridades locais na coordenação necessária para o restabelecimento da ordem nos presídios estaduais", diz nota divulgada pelo Ministério da Justiça e Cidadania. Neste domingo, uma rebelião na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no centro de Manaus, deixou quatro mortos. A penitenciária recebeu cerca de 280 detentos transferidos do Complexo Penitenciário Anísio Teixeira (Compaj), também em Manaus, depois da chacina no local que resultou na morte de ao menos 56 presos. A rebelião no início da semana foi o segundo maior massacre em presídios brasileiros, atrás apenas do ocorrido na antiga penitenciária do Carandiru, em São Paulo, em 1992, onde morreram 111 presos. Neste domingo, três corpos foram encontrados nas imediações do Compaj, em avançado estado de decomposição. O governo não informou se há ligação dos cadáveres com a chacina do início da semana. Neste domingo, Moraes conversou com a governadora de Roraima, Suely Campos, que deve solicitar o auxílio da Força Nacional para garantir a ordem nos presídios no início dessa semana. Na última sexta-feira, 33 presos foram mortos na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC), na zona rural de Boa Vista. Também na sexta-feira, Moraes apresentou um Plano Nacional de Segurança Pública, que tem como um dos objetivos principais a racionalização e modernização do sistema penitenciário. KG/abr/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos